Acordo

EUA terão de fornecer "garantias de segurança" a Kim Jong-un, diz secretário

O encontro de Trump com o líder da Coréia do Norte está marcado para o dia 12 de junho, em Cingapura

12:08 · 13.05.2018 / atualizado às 16:13 por Estadão Conteúdo
Trump
Trump explicou ter instruído o secretário de Saúde e Serviços Humanos, Alex Azar, a conduzir reformas que "trarão preços estratosféricos (de remédios) de volta à Terra" ( Foto: Mandel Ngan / AFP )
Trump e kim jong un
O objetivo de Trump é fazer a Coreia do Norte se livrar das armas nucleares permanentemente ( (Foto: Saul Loeb, Ed Jones / AFP) )

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, disse que seu país terá de "fornecer garantias de segurança" ao líder norte-coreano Kim Jong-un se as duas nações chegarem a um acordo nuclear.

Pompeo se encontrou com Kim Jong-un na semana passada, na Coreia do Norte, e ajudou a preparar o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, marcado para o dia 12 de junho, em Cingapura.

O objetivo de Trump é fazer a Coreia do Norte se livrar das armas nucleares permanentemente. Em troca, os EUA se colocariam dispostos a ajudar o país a fortalecer sua economia.

Questionado pelo "Fox News Sunday" sobre se os EUA estariam dizendo a Kim que ele poderia continuar no poder se ele atendesse às demandas americanas, Pompeo disse que "teremos de fornecer garantias de segurança".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.