consulados

EUA e 14 países da UE expulsam diplomatas russos

As medidas são uma reação ao envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal no Reino Unido

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que vai expulsar 60 diplomatas e fechar o consulado russo em Seattle ( Foto: Jim Watson / AFP )
10:55 · 26.03.2018 / atualizado às 11:02 por FolhaPress

Governos de ao menos 15 países, entre eles os Estados Unidos, anunciaram nesta segunda-feira (26) a expulsão de diplomatas russos, em reação ao envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal no Reino Unido.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que vai expulsar 60 diplomatas e fechar o consulado russo em Seattle.

A Ucrânia decidiu expulsar 13 diplomatas; França, 4; a Alemanha, 4; a Polônia, 4 ; a República Tcheca, 3; a Holanda, 2; a Lituânia, 3; a Estônia, 3, e a Letônia, 1.

As ações atendem a pedido feito pela primeira-ministra britânica, Theresa May, na semana passada. O Reino Unido culpa a Rússia pelo envenenamento de Skripal e de sua filha, Iulia, em Salisbury, na Inglaterra, pelo agente neurotóxico Novitchok.

O Kemlin ainda não se pronunciou. O embaixador russo nos EUA afirmou que Trump está "destruindo o pouco que sobrou" nas relações entre os dois países.

A União Europeia confirmou que 14 países haviam decidido expulsar diplomatas russos e que medidas adicionais não estão descartadas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.