em alerta

Erupção de vulcão na Guatemala deixa seis mortos, 20 feridos e desaparecidos

Segundo a Coordenação Nacional de Desastres, esta é a pior erupção dos últimos anos do Vulcão de Fogo

21:14 · 03.06.2018 / atualizado às 21:21 por FolhaPress
Erupção de vulcão na Guatemala deixa seis mortos, 20 feridos e desaparecidos
A erupção provocou uma nuvem de pequenas pedras e cinzas que cobriu a região da capital do país ( Foto: Johan Ordonez / AFP )

Pelo menos seis pessoas morreram e 20 ficaram feridas após a erupção do Vulcão de Fogo, na Guatemala, neste domingo (3), que provocou uma nuvem de pequenas pedras e cinzas que cobriu a região da capital do país.

Segundo o secretário-geral da Coordenação Nacional de Desastres, Sergio Cabañas, quatro morreram quando a lava chegou a suas casas e duas crianças perderam a vida em uma ponte. Há um grupo de pessoas desaparecidas.

O órgão informou que em pelo menos cinco rios da região há avalanches de material vulcânico quente, motivo pelo qual manteve o alerta e retirou pessoas de quatro povoados. Outras 300 pessoas tiveram que deixar um hotel.

A erupção provoca colunas de cinzas que ultrapassam os 2.200 metros da cratera, a 3.763 metros de altitude. As regiões mais afetadas são comunidades rurais e a cidade histórica de Antigua, a 20 km de distância da cratera.

As cinzas também levaram ao fechamento do aeroporto da Cidade da Guatemala, a 40 km dali, e à restrição de voo em todo o país. Segundo o órgão de desastres, esta é a pior erupção dos últimos anos do Vulcão de Fogo.

A cratera é uma das três ativas no país, junto com o Santiaguito e o Pacaya. Sua última erupção foi em janeiro, mas não deixou feridos. Em setembro de 2012, 33 mil habitantes tiveram que deixar suas casas em outra erupção.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.