ACIDENTE-ARGENTINA

Comitiva de Macri é resgatada na Argentina

As 13 pessoas da comitiva foram resgatadas sem ferimentos em uma zona montanhosa do noroeste argentino

16:45 · 02.06.2018 / atualizado às 16:49 por AFP
MACRI
Por razões climáticas, Macri usou um avião no lugar do helicóptero para um de seus traslados. Foto:Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os membros da comitiva do presidente Mauricio Macri cujo helicóptero teve que fazer um pouso de emergência na tarde da última  sexta-feira (1º) foram resgatados neste sábado (2) em uma zona montanhosa do noroeste argentino, anunciou o governo.Sete das 13 pessoas que estavam no helicóptero foram levadas em outro aparelho para a cidade de Santiago del Estero, enquanto as demais "descem a pé, mas bem equipadas", segundo um comunicado da presidência.

"Os funcionários fizeram um trajeto a pé, com o auxílio dos socorristas, e, em seguida, embarcaram em um helicóptero da Força Aérea, que os levou até Santiago del Estero", diz o texto.Três patrulhas de resgate participaram da operação, sob a temperatura negativa, as nevascas e os fortes ventos que dificultaram a chegada ao local, que fica a 3500m de altitude, em Andalgalá.

O aparelho que transportava a comitiva presidencial teve que realizar na tarde de sexta-feira (1º) um pouso preventivo, devido ao "perigo de congelamento de peças vitais do aparelho".Do helicóptero, informaram por ligação via satélite que todos se encontravam "em boas condições, aquecidos e suficientemente abastecidos de alimentos e água".

O aparelho havia saído de Cachi e seguia para Termas de Río Hondo, onde Macri deu continuidade neste sábado às atividades previstas, informou a presidência.Por razões climáticas, Macri usou na sexta-feira um avião no lugar de um helicóptero para um de seus traslados, dentro de seu giro pelo norte do país. Parte dos funcionários permaneceu no povoado de Cachi para seguir diretamente de helicóptero até Termas de Río Hondo, sem participar da escala em Salta.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.