Crise

Catalunha suspende eleição parlamentar após prisão de líder separatista

A sessão parlamentar que deveria acontecer a votação se tornou uma sessão simbólica para discutir a crise política na região da Barcelona

09:48 · 24.03.2018 por Estadão Conteudo
catalunha
Membros da família de líderes catalães presos incluindo Meritxell Lluis aplaudem no final da sessão, que se tornou um ato político. ( Foto: LLUIS GENE / AFP )

O presidente do Parlamento da Catalunha, Roger Torrent, suspendeu uma votação parlamentar que elegeria um dos líderes separatistas presos, Jordi Turull, como novo presidente da região.

Turull é um dos cinco líderes da campanha separatista presos ontem preventivamente após a Suprema Corte julgá-los por seus papéis na tentativa de separar a Catalunha do resto da Espanha. 

A maioria separatista teve a chance de escolher o líder do Parlamento catalão na quinta-feira (22), mas a ala de extrema direita se absteve da votação e forçou um adiamento.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.