Nicarágua

OEA pede que Ortega antecipe eleições

00:00 · 19.07.2018

Manágua A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou ontem uma resolução na qual pede ao governo do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, que aceite a proposta feita pela Igreja Católica de antecipar para março de 2019 as eleições marcadas para 2021.

A iniciativa, impulsionada por sete países (Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Peru e EUA) e respaldada pelo México, "exorta" o Executivo nicaraguense a apoiar "um calendário eleitoral estipulado conjuntamente no contexto do processo de Diálogo Nacional".

A Conferência Episcopal da Nicarágua, mediadora e testemunha deste diálogo nacional, solicitou no dia 7 de junho a Ortega que antecipasse os pleitos para 31 de março de 2019; mas o presidente rejeitou essa solicitação, por considerar que já haveria "tempo para as eleições como manda a lei".

A resolução foi aprovada com o voto favorável de 21 dos 34 países que são membros ativos da OEA, enquanto três (Nicarágua, Venezuela e São Vicente e Granadinas) votaram contra.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.