Curtas

Mais notícias internacionais: Justiça da Turquia condena 25 jornalistas

00:00 · 09.03.2018

Um tribunal da Turquia condenou 25 jornalistas a sentenças de até sete anos e meio de prisão, em um dos inúmeros julgamentos relacionados à tentativa de golpe de 2016. Os condenados colaboraram com o pregador Fetullah Gulen, acusado por Ancara de ter orquestrado o golpe, mas todos negam.

Negócios

Flórida aprova lei que boicota a Venezuela

Os legisladores da Flórida (EUA) aprovaram ontem uma lei que proíbe este estado americano de investir em empresas que façam negócios com o governo da Venezuela, em razão do "uso de extrema violência e perseguição política". Por sua vez, Caracas acusa os EUA de boicotarem suas relações comerciais.

Reino Unido

Polícia investiga gás usado contra ex-espião

O envenenamento do ex-espião russo Serghei Skripal (foto) e de sua filha Yulia foi uma "tentativa de homicídio" por meio de um "agente químico", informou a Scotland Yard. As vítimas continuam no hospital em condições "críticas". A mídia inglesa suspeita da autoria da Rússia. Moscou nega. A polícia investiga o caso.

Por tempo indeterminado

Israel legaliza retenção de corpos de palestinos

O Parlamento de Israel aprovou uma controversa lei que permite que a polícia retenha os corpos de palestinos autores de atentados, por tempo indeterminado. Essa política de Israel gerou mais tensão, já que as famílias reclamam insistentemente a devolução dos cadáveres para realizarem o enterro.

Inventor

Dinamarquês nega assassinato de sueca

O inventor dinamarquês Peter Madsen negou ontem ter assassinado a jornalista sueca Kim Wall, que estava em seu submarino para entrevistá-lo em agosto de 2017, mas assumiu ter mutilado o corpo e jogado ao mar. A declaração foi dada ontem , durante o primeiro dia do seu julgamento em Copenhague.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.