CRISE MUNDIAL

Itália confirma desembarque de 450 imigrantes

00:00 · 17.07.2018

Pozzallo/San Diego. Os 450 migrantes que estavam a bordo de dois navios militares em águas italianas desembarcaram, após o acordo alcançado por Roma com cinco países da União Europeia (UE) para receber 250 deles.

"Essa deve ser a resposta da UE, com solidariedade e responsabilidade", comentou o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte. A decisão do governo italiano de permitir o desembarque se seguiu ao compromisso de cinco países da UE - França, Espanha, Portugal, Malta e Alemanha - de acolher 50 migrantes cada. "A terrível viagem dos migrantes que estavam há dias em dois navios na frente do porto de Pozzallo chegou ao fim", declarou Roberto Ammatuma, prefeito de Pozzallo. "Pela primeira vez, podemos dizer que os migrantes desembarcaram na Europa", comentou a presidência do Conselho de Ministros.

Américas

Já nas Américas, o maior drama migratório acontece na fronteira entre o México e os Estados Unidos Ontem, um juiz de San Diego (EUA) suspendeu as deportações das famílias de migrantes em situação irregular recentemente reunidas no país.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.