De vulcão

Guatemala prossegue buscas por vítimas

00:00 · 15.06.2018

Cidade da Guatemala. Moradores apoiados por socorristas voltaram à região devastada pela erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala há 11 dias, em busca das 197 pessoas que continuam desaparecidas após o desastre que deixou 110 mortos. "Hoje (ontem) continuam as ações (de localização e resgate de desaparecidos) no lugar", disse o porta-voz da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León.

A busca tem sido intermitente na comunidade San Miguel Los Lotes, porque o vulcão continua ativo e as chuvas provocaram novos deslizamentos que aumentam o perigo no local.

Os vizinhos sobreviventes mantêm a busca das vítimas apesar das advertências do risco pela instabilidade do lugar, e têm cavado para entrar em suas casas sepultadas por fluxos piroclásticos, apoiados por maquinaria emprestada por empresas privadas. Depois da tragédia de 3 de junho, as autoridades ainda não declaram a região afetada como inabitável e campo-santo, medida que implica suspender definitivamente a busca pelos desaparecidos. Dados da Conred indicam que 3.617 pessoas continuam em abrigos e em salões improvisados, pela catástrofe.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.