Com Israel

Fontes do Hamas confirmam trégua

00:00 · 10.08.2018
GAZA
Possibilidade segue após uma violenta jornada na qual as milícias palestinas e israelenses se enfrentaram ( Foto: AFP )

Gaza. Fontes do Hamas, em Gaza, confirmaram que Egito e ONU conseguiram mediar um acordo de cessar-fogo entre Israel e as milícias da organização palestina, pacto que entrou em vigor no início do dia de ontem.

“Chegou-se a um acordo de calma em troca de calma, que começa a meia-noite”, disse um membro do comitê conjunto das milícias armadas em Gaza que pediu para não ser identificado.

Mediação egípcia

A fonte garantiu que o acordo foi firmado graças à mediação egípcia e ao enviado especial da ONU para as negociações de paz no Oriente Médio, Nickolay Mladenov, e advertiu que “a resistência armada palestina” tem direito a responder a “qualquer violação do pacto”.

O portal israelense Ynet afirmou que fontes palestinas confirmaram a entrada em vigor de uma trégua, mas que fontes israelenses negaram.

A emissora do Catar Al Jazira também informou que foi pactuada uma cessação de hostilidades. Porta-vozes do Ministério das Relações Exteriores de Israel ainda não responderam sobre essa questão.

Jornada violenta

A possibilidade de calma segue uma violenta jornada na qual as milícias palestinas lançaram 200 mísseis contra Israel, que deixaram cerca de 20 feridos. 

Em represália, o Exército israelense atacou 150 alvos militares em Gaza, ferindo 20 pessoas e provocando três mortes, entre eles uma jovem de 23 anos, grávida, e sua filha de 18 meses. 

O marido da vítima ficou ferido. O terceiro palestino morto era um membro do Hamas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.