'Dieselgate'

Ex-diretor da Volkswagen é acusado em escândalo nos EUA

00:00 · 04.05.2018

Nova York. O ex-CEO da companhia Volkswagen, Martin Winterkorn, foi considerado culpado, nos EUA, por seu papel no escândalo "dieselgate" da gigante automobilística alemã, segundo a Justiça. A Justiça americana afirma que todos estavam cientes sobre o programa instalado em certos veículos para falsificar os resultados das emissões poluentes desde maio de 2014, mas que decidiram seguir em frente com a fraude, apontou o Departamento em comunicado.

"A acusação formal apresentada hoje alega que o plano da Volkswagen para enganar os requerimentos legais chegou ao topo da companhia", disse o procurador-geral Jeff Sessions.

Winterkorn se declarou culpado em 2017 pelas acusações.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.