Tensão

EUA fecham a missão palestina em Washington

00:00 · 11.09.2018

Washington/Jerusalém. Os EUA decidiram fechar o escritório de representação palestina em Washington, uma nova medida de retaliação contra uma direção que se recusa a falar com a Casa Branca. O governo dos EUA informou à direção palestina sua decisão, conforme anunciou o secretário-geral da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) Saeb Erekat.

Ele denunciou uma "escalada perigosa" nas medidas de retaliação norte-americanas.

A decisão é a mais recente de uma série de medidas adotadas pelo governo do presidente Donald Trump contra a direção palestina, que por sua vez congelou as relações comas autoridades norte-americanas desde que Washington reconheceu unilateralmente, em dezembro de 2017, Jerusalém como capital de Israel. A OLP do presidente palestino Mahmud Abbas é considerada pela comunidade internacional como o organismo que representa o povo palestino e controla a Autoridade Palestina.

A decisão de Washington se une ao cancelamento da ajuda de US$ 200 milhões, o corte de fundos para a agência da ONU que ajuda milhões de palestinos e a supressão da contribuição de US$ 25 milhões para hospitais.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.