REINO UNIDO

'Brexit' tem vitória no Parlamento

00:00 · 13.06.2018

Londres. O governo britânico venceu por margem estreita uma tentativa de dar mais poder aos legisladores sobre a maneira como o Reino Unido vai deixar a União Europeia (UE), mas somente depois de oferecer concessões a um grupo rebelde na Câmara dos Comuns.

Por 324 a 298, a Câmara dos Comuns rejeitou dar poderes aos legisladores o poder final de decidir se o governo deve ou não voltar a tratar dos termos do Brexit com Bruxelas, após concluída a fase de negociação com a UE.

Para evitar a derrota, o governo prometeu fazer suas próprias mudanças no projeto de lei para fortalecer o poder do Parlamento. A vitória do governo é uma das mais importantes nos dois dias de votação que começaram ontem sobre a lei do Brexit.

O governo está tentando anular as mudanças feitas pela Câmara dos Lordes, que suavizam os termos da saída do Reino Unido do bloco.

Renúncia

Um ministro júnior do Departamento de Justiça do Reino Unido, Phillip Lee renunciou inesperadamente ontem citando a abordagem do governo em relação ao Brexit, horas antes do debate no Parlamento sobre se os legisladores poderão obter algum controle do governo no âmbito do acordo do Brexit.

Phillip Lee, que apoiou a permanência do Reino Unido na UE durante o referendo de 2016, foi um obstáculo para os esforços do governo em obter o apoio do Parlamento. Lee disse que ficaria do lado dos "rebeldes".

A renúncia de Lee não foi sinalizada de antemão. Contudo, em nota, o ministro manifestou insatisfação com a abordagem do governo quanto às negociações para a saída do mercado único.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.