De assessor presidencial

Artigo anônimo enfurece Trump

00:00 · 07.09.2018

Nova York/Washington. Quem o escreveu? Em um estranho clima de suspeita e paranoia, a Casa Branca buscava determinar ontem a identidade do "covarde" que escreveu o artigo anônimo no "The New York Times" denunciando o comportamento vacilante e inquietante de Donald Trump.

O presidente dos Estados Unidos, que durante a noite de quarta-feira escreveu uma série de furiosos tuítes sobre uma possível "traição", denunciou, ontem, o comportamento "da esquerda" e dos meios de comunicação que denomina "Fake News".

Em uma declaração pública incomum, a primeira-dama Melania Trump defendeu ontem seu marido e desqualificou o suposto funcionário anônimo: "Para o autor deste artigo: não protege este país, o sabota com atos covardes", escreveu em um comunicado divulgado pela CNN.

Críticas

Em um texto intitulado "Sou parte da resistência dentro da administração Trump" e publicado pelo NYT, um membro do governo conta como ele e outros lutam de dentro contra "as piores inclinações" de um presidente com uma liderança "mesquinha", "impetuosa" e "ineficaz".

O polêmico artigo, divulgado depois da publicação de trecho de um livro explosivo do jornalista investigativo Bob Woodward, provocou uma avalanche de interrogações em Washington.

O misterioso autor escreveu sozinho ou falou por um grupo maior? Faz parte do círculo íntimo de Trump, dentro da famosa "Ala Oeste" da Casa Branca ou trabalha em um ministério?

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.