Especial publicitário

Menos riscos

Segurança da Informação

04:00 · 30.11.2017
A Segurança da Informação é a proteção da informação contra vários tipos de ameaças para garantir a continuidade de um negócio, minimizar os seus riscos, maximizar o retorno sobre o investimento e as oportunidades desse negócio. É caracterizada pela preservação de três atributos básicos da informação: confidencialidade, integridade e disponibilidade. Essa afirmação é do professor da Universidade de Fortaleza (Unifor), José Alzir Brun Falcão. Segundo ele, “atualmente, essa área deixa de ser um problema somente de Tecnologia da Informação e passa a ser uma preocupação de executivos de negócios, que precisam proteger os ativos de informação das empresas. Com os vazamentos de dados publicados nas manchetes internacionais, os executivos precisam repensar os riscos do seu ambiente digital. A melhor estratégia é antecipar-se, o que  exigirá uma combinação de medidas de proteção dos sistemas, análise para detectar os ataques e a capacidade de reagir rapidamente”, alerta.
Para o professor Alzir, “o cibercrime é uma das questões mais críticas da nossa geração e está ficando fora de controle. As apostas são altas para todos – indivíduos, corporações
e governos – à medida que os criminosos se tornam mais qualificados em seus ataques. O nosso modo de vida, da forma como produzimos à forma como consumimos, e até
mesmo como nos comunicamos, estão sob ataque. As organizações privadas e públicas devem ser capazes de garantir a segurança de nossos dados mais importantes e os
seus próprios.”  É nesse contexto que se fazem necessários os profissionais de TI especializados em segurança da informação. 
 
EM FORTALEZA 
A capacitação deve começar pela sua formação em cursos de computação e informática de graduação superior. No Ceará, há vagas para os cursos de Engenharia e Ciência da Computação, Engenharia de Software, Sistemas de Informação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Redes de Computadores, tanto em instituições públicas como em privadas. “A escolha pelo curso deve ser orientada pela área que o profissional deseja seguir. Se gostar mais de infraestrutura e suporte, os cursos de Engenharia da Computação, Ciência da Computação e Redes de Computadores são mais indicados. Para os que gostam de softwares e sistemas de segurança, o curso de Ciência da Computação também está entre as opções de escolha, além dos cursos de Engenharia de Software, Sistemas de Informação e Análise e Desenvolvimento de Sistemas”, aconselha Alzir Falcão.
O docente da Unifor também acredita que a formação de graduação em áreas correlatas, como Administração e Engenharia da Produção, também contribui para a atuação profissional em Segurança da Informação, desde que se tenha uma especialização na área. “Após a graduação, no Estado e em Fortaleza, identifico uma lacuna na oferta de cursos de pós-graduação para suprir as necessidades de especialização profissional de um mercado cada vez mais digital. Seguindo essa tendência, destaco que a Universidade
de Fortaleza está com inscrições abertas para seu curso de Especialização em Computação Forense”, informa.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.