ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Tudo por perto

Facilidades e infraestrutura são os pontos fortes do bairro Messejana, uma das regiões de Fortaleza que mais venderam unidades residenciais verticais no primeiro trimestre deste ano

04:30 · 25.05.2018

Seguindo o ranking das regiões de Fortaleza que mais venderam unidades residenciais verticais no primeiro trimestre deste ano, Messejana é o bairro em 2° lugar na lista apurada pelo Setor de Inteligência da Lopes Immobilis. Para o músico Galba Andrade, morador de Messejana desde que nasceu, há 23 anos, o bairro é como se fosse uma microcidade, por ter comércio em atacado e varejo, opções para diversão e lazer, polo gastronômico, shoppings, tudo pertinho.

“Gosto muito de morar aqui, porque não é uma região longe do Centro, nem das outras coisas. Tem tudo aqui. Fácil acesso pelas linhas de ônibus e linhas de ônibus saindo para vários locais”, avalia. O jovem acrescenta que já criou uma relação de identidade com o local, onde conhece as pessoas e as cumprimenta. Ele destaca o pôr do Sol na Lagoa de Messejana e o balneário que existia nas proximidades da lagoa algumas décadas atrás. “Aqui é muito bom. Pretendo sempre morar aqui”, pontua.

Como ele, a autônoma Eliane de Lima, de 53 anos, adora morar em Messejana. Em seus 15 anos vivendo no lugar, a profissional diz que está ainda melhor do que quando chegou. “Para mim, Messejana se tornou melhor hoje, porque tem supermercado perto, hospital, banco. Agora tem o shopping, tem a feira. Cresceu e evoluiu em muita coisa. A meu ver, ela tem muita coisa que chama as pessoas para morarem aqui, como escolas, acesso a ônibus e outros serviços. Dificilmente vou ao Centro ou a outras regiões da cidade, porque tudo que você precisa tem aqui”, argumenta.

Desenvolvimento

As construtoras e incorporadoras também observaram o desenvolvimento do bairro e têm investido cada vez mais no local. “É um bairro que está expandindo tanto em área habitacional, como comercial e serviços. É uma região com potencial de crescimento, que tem atraído investimentos de todos os setores, como farmácias, escolas, hospitais, entre outras coisas. Isso atrai o olhar do consumidor. Além disso, Messejana é um bairro histórico, com ótima estrutura, sendo mais um diferencial para quem mora ou deseja morar lá”, afirma o Alessandro Almeida, Diretor Comercial de Vendas da MRV Engenharia na região Nordeste.

O mais recente lançamento da construtora mineira em Messejana foi o Parque Michelangelo, o primeiro do complexo Fonte das Artes, que contará também com o Parque da Vinci e o Parque Donatello. Lançado no ano passado, o empreendimento terá 239 unidades, divididas em 14 blocos, em uma área total de aproximadamente 13 mil metros quadrados. “Enxergamos uma ótima oportunidade de investir, devido ao crescimento da região e ao gap habitacional”, comenta o gestor da MRV.

Mas quem alavancou mesmo as vendas de apartamentos no local no primeiro trimestre de 2018 foi a Muza Construtora, com o lançamento do Villa Firenze, conforme dados apurados pelo Setor de Inteligência da Lopes Immobilis. Para Cesare Patri, Coordenador de Marketing e Comercial da Muza Construtora, as grandes vantagens de morar na Messejana são o fato de ela ser uma área em grande crescimento, onde a valorização dos imóveis, principalmente na planta, é muito alta; ser próxima ao Parque Del Sol, ao Shopping Via Sul e a 1 minuto da Av. Washington Soares e da BR-116; além de ter todos os principais serviços, como supermercados, escolas, farmácias, padaria etc. 

Ele explica que a Muza Construtora sempre faz análises aprofundadas sobre o território, a população e a demanda de imóveis antes de escolher aonde investir. “Os resultados indicavam essa região com uma grande demanda de imóveis do nosso ‘ticket’, com o nosso padrão de construção e em grande desenvolvimento”, esclarece o Coordenador da empresa. Por esses motivos, a Muza Construtora decidiu investir em Messejana. A escolha parece ter sido bem certeira, pois em pouco mais de três meses, o novo empreendimento já teve 40% das unidades comercializadas (considerando os dados até o dia 10 de maio), reforçando o potencial de desenvolvimento da região. Um dos novos habitantes do local é o supervisor de vendas Jânio Kubitscheck, de 30 anos. Há apenas seis meses no bairro, o profissional diz ter ganho muito mais qualidade de vida, pois deixou de enfrentar de 2 a 4 horas de trânsito para se locomover de casa ao trabalho. Agora, são de 5 a 10 minutos no trajeto. “Eu tenho tempo para viver mais, e Messejana é um lugar calmo e seguro. Aqui eu tenho mais segurança, tenho garagem para guardar o carro e também a facilidade de ir para lugares como shopping mais perto de casa, mercados, lanchonetes, restaurantes. A tranquilidade do lugar onde moro hoje faz toda a diferença”, relata Jânio Kubitscheck.

História de Messejana

Habitado inicialmente pelo índios Potiguara, o local que hoje é conhecido como Messejana já se chamou São Sebastião de Paupina, Vila Nova de Messejana e já foi até distrito de Fortaleza. A história conta que os jesuítas foram os responsáveis pela urbanização do lugar, tendo começado a construir a base da atual Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição em 1760. A região é marcada pela prosperidade desde quando era rota de escoamento de gado. Desde a criação da Região Metropolitana de Fortaleza, em 1973, Messejana tornou-se área urbana fortemente ligada à dinâmica da capital. É conhecida pela Lagoa de Messejana, com a estátua da índia Iracema; pelo Hospital de Messejana, referência nacional em transplantes de coração, pela casa do escritor José de Alencar e pelo polo de compras, que tem no Grand Shopping (foto acima) um dos players mais importantes.

Fonte: Adaptado de www.fortalezaemfotos.com.br

MESSEJANA: PERFIL IMOBILIÁRIO

- Bairro dominado por empreendimentos residenciais verticais e comércios.
- Conta hoje com 3 produtos em comercialização (lançados a partir de 2012, sem considerar o programa Minha Casa, Minha Vida).
- Os prédios possuem, em média: 11 pavimentos com unidades, 10 apartamentos por andar, 2,5 quartos, 64 m² de área privativa nas unidades denominadas “tipo” e 127 m² nas unidades denominadas “coberturas”.
- R$ 4.500/m² de preço médio nas unidades tipo e R$ 3.400/m² nas coberturas.
- R$ 291.500 é o preço médio de cada unidade tipo e R$ 400.000 de cada coberturas.

Fonte: Setor de Inteligência da Lopes Immobilis


 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.