ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Região valorizada

Em franca expansão, a região do Guararapes atrai novos habitantes e investimentos, ampliando seu perfil imobiliário

04:30 · 08.06.2018

Na Zona Leste de Fortaleza, os bairros Guararapes, Edson Queiroz e Engenheiro Luciano Cavalcante formam a zona de valor Guararapes, que foi a quarta região onde mais se venderam apartamentos na capital cearense no primeiro trimestre de 2018, segundo pesquisa elaborada pela Lopes Immobilis. O Setor de Inteligência da Lopes esclarece que os três locais são agrupados numa mesma zona de valor pois em todos o preço do metro quadrado praticado é odo Guararapes.

Nesse ponto da cidade, as vendas de unidades residenciais verticais foram impulsionadas pelos empreendimentos Nature, da Moura Dubeux, Maison de la Musique, da Mota Machado, e Living Garden, da Construtora Colmeia.

Para Pedro Saboia de Castro, Gerente de Incorporação da Moura Dubeux da filial Fortaleza, a empresa decidiu investir na região do Guararapes porque o bairro vinha em franca expansão, com uma grande melhoria da infraestrutura de comércio, supermercados, colégios, restaurantes, shoppings e todas as conveniências. Dessa forma, o Nature foi lançado em 2012, entregue em 2016 e já 100% comercializado.

PROSPERIDADE

O desenvolvimento também é percebido pelos moradores. Há seis anos no Guararapes, a executiva de atendimento Katiúska Facó, de 31 anos, ressalta que o lugar vem crescendo bastante, tanto em estabelecimentos comerciais como em novas habitações. “Então, apesar de estar crescendo, continua sendo um bairro bem tranquilo, bem familiar e residencial”, opina.

Ela diz que adora morar na região também por conta das facilidades que reúne. “Acho perto de tudo, de fácil acesso. E eu gosto, porque tem muita coisa perto: shoppings, farmácias, academias, restaurantes, supermercados, tem muitas referências boas. Acho bom não precisar me distanciar muito para poder resolver as coisas”, afirma a profissional.

A auxiliar administrativa Priscilla Ferreira, de 24 anos, vive no Edson Queiroz desde que nasceu. O bairro faz parte da zona de valor Guararapes e também traz diversos serviços e benefícios aos seus habitantes. “É um bairro próximo de tudo, perto de onde eu estudava, na Universidade de Fortaleza (Unifor), e de shoppings, terminal de ônibus, faculdades, acesso para o Centro, facilidade de locomoção. Tudo é mais fácil”, elogia.

A jovem comenta que o bairro ganhou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e um polo de lazer, sem falar nos planos de urbanização previstos para esse ano. Além de estar acostumada com o lugar e gostar da movimentação e do fluxo de pessoas na região, Priscilla fala com carinho do Colosso Fortaleza, que anima os dias da capital cearense desde 2011.

Outra apaixonada pelo bairro é a consultora de vendas Andreia Alves, de 31 anos. Ela gosta tanto do lugar que nem cogita sair de lá. “Por conta dos amigos de infância, da vizinhança, porque ainda é muito mais seguro que em outros bairros. Aqui é perto de tudo, é superviável para pegar ônibus. E como moro numa rua sem saída, ela se torna mais tranquila”, descreve.

EMPREENDIMENTOS

De fato, segundo Felipe Capistrano, Gerente Comercial da Mota Machado, a região do Guararapes é um local de muito verde, infraestrutura, grande crescimento e ventilação abundante. “Vimos que não poderíamos ficar de fora. Sem falar na excelente infraestrutura: colégios, faculdades, shoppings, farmácias, grandes supermercados, restaurantes, malha viária com mais opções de tráfego”, pontua. 

Por esses motivos, a empresa lançou o Maison de La Musique, em 2014, e tem mais dois empreendimentos no Guararapes: um compacto de luxo, o Reservatto Condomínio Parque, e o Maison de La Art, um alto padrão, como o Maison de La Musique, mas com 245 m². Apostando em uma das regiões que mais se valorizam em Fortaleza, o Maison de La Musique foi entregue em maio num terreno com mais de 5.900 m² de área de lazer, áreas comuns equipadas e decoradas com sofisticação. “Nos apartamentos de 165 m², três suítes com estar íntimo, destacam-se o acabamento e a qualidade Mota Machado, alinhados a vários detalhes que encheram os olhos dos clientes e fizeram com que as expectativas fossem bastante superadas”, arremata Felipe Capistrano.

Curiosidades

– O nome do bairro Edson Queiroz é uma homenagem ao empresário Edson Queiroz, que teve visão mercadológica à frente do seu tempo. Ele nasceu em Cascavel, em 1925, e faleceu em 1982, em Pacatuba. Criou uma empresa de distribuição de gás e foi dono de canais de TV e da Universidade de Fortaleza (Unifor);

– O nome do bairro Engenheiro Luciano Cavalcante é uma homenagem ao empresário Luciano Cavalcante, que nasceu em 1929 e se formou em engenharia civil e estudou aeronáutica nos Estados Unidos. Diz-se que foi o primeiro brasileiro a receber uma honraria por melhor aluno da área no país e que, quando adulto, recusou trabalhar na Nasa para morar em Fortaleza e ajudar no crescimento da cidade;

– O crescimento do bairro Guararapes foi impulsionado pelo surgimento de grandes equipamentos na região, como a Universidade de Fortaleza (Unifor) e o Shopping Iguatemi, inaugurados nas décadas de 1970 e 1980. Outros equipamentos relevantes foram construídos, como o Centro de Eventos do Ceará (foto acima), aquecendo ainda mais a economia e o turismo na região.  

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.