ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Região bem assistida

Ampla gama de serviços, áreas de lazer e facilidade de acesso tornam a região da Parquelândia querida pelos moradores e uma das mais aquecidas do setor imobiliário de Fortaleza

10:01 · 04.06.2018

Moradora da Parquelândia há 36 anos, a dona de casa Ângela Perdigão, de 64 anos, diz que a maior mudança que viu no bairro nesse período foi a evolução do comércio. “Chegaram restaurantes, revendas de veículos, móveis, bancos. A Avenida Jovita Feitosa se transformou. Tem alguns prédios hoje, mas não muito altos”, relata a moradora. 

Para Ângela, a estrutura do lugar é muito boa, com igrejas, farmácias, supermercados, restaurantes, bancos, academias e outros estabelecimentos próximos. Por isso, ela conta que nem precisa sair sempre de carro. “É um local que dá qualidade de vida. Tem academias, pracinhas para caminhadas, além de toda a estrutura. Evoluiu bastante de uns anos para cá. É bom ter qualidade de vida”, opina.

Ive Raquel, coordenadora de relacionamento que mora na Parquelândia há 17 anos, também gosta bastante do lugar. “Acho um bairro central, que me leva facilmente a vários lugares da cidade. Tenho tudo de que preciso perto: shopping, praças, farmácias, vias de acesso, como a Av. Bezerra de Menezes. E vejo um bom polo gastronômico. O que antes tínhamos opção de apreciar somente na Aldeota, já está fácil de encontrar aqui”, argumenta.

INVESTIMENTO
A região da Parquelândia é tema desta edição da série Bairros por ter sido a zona de valor 3ª colocada no ranking de vendas de unidades residenciais verticais no primeiro trimestre de 2018 em Fortaleza, segundo dados apurados pela Lopes Immobilis. A imobiliária considera como “zona de valor Parquelândia” o conjunto dos bairros Amadeu Furtado, Monte Castelo, Parque Araxá, Presidente Kennedy, Rodolfo Teófilo, São Gerardo e a própria Parquelândia. 

Segundo o Setor de Inteligência da Lopes, esses bairros são agrupados na zona de valor Parquelândia porque em todos os eles o metro quadrado é vendido pelo mesmo preço, sendo o preço de base o do bairro que dá nome à zona de valor. O Setor informou ainda que, no período mencionado, os empreendimentos que impulsionaram as vendas de apartamentos na região foram o Boulevard Shopping Residence, da Moura Dubeux, e o Reserva Castelli, da WR Engenharia.

Para Raquel Becker, Coordenadora de Vendas da Moura Dubeux, foi uma oportunidade ímpar investir na Parquelândia. “O local necessitava de mais atrativos, e a Moura Dubeux trouxe a ideia de adquirir um terreno de 160 mil m², e este veio junto com o projeto de moradias verticais, onde a predominância são moradias horizontais. Um plano arrojado, mas com muito estudo e cautela. Foi percebido que os moradores da região não querem sair do bairro, apenas almejavam algo melhor. Assim nasceu o Boulevard Shopping Residence”, descreve.

Composto por quatro condomínios, tendo o Parque dos Ipês e o Jardim das Bromélias (92,28% vendidos) sido entregues em março deste ano, o complexo terá 1.384 unidades. Raquel Becker lembra que a Moura Dubeux teve como grande parceiro da empreitada o grupo JCPM, que edificou o Shopping RioMar Kennedy, “trazendo junto com a Moura Dubeux mais crescimento, lazer e ampla área de serviços para a região”, acrescenta.

O Reserva Castelli foi outro empreendimento que impulsionou as vendas na região da Parquelândia, tornando-a a terceira colocada no ranking de mais apartamentos vendidos no primeiro trimestre de 2018 em Fortaleza, segundo pesquisa da Lopes Imobilis. Assinado pela WR Engenharia, o empreendimento foi lançado em setembro de 2013 e entregue em dezembro de 2016.
Mauro Clark Júnior, Diretor de Vendas e Marketing da WR Engenharia, aponta que a empresa resolveu investir na região por se tratar de um local bem quisto pelos moradores, que querem mudar de padrão de vida, sem sair de lá. Ele pontua que é um lugar tranquilo, seguro, com ótima infraestrutura de vias, praças e comércio. “Bastante residencial, com serviços e conveniências oferecidos a pouca distância”, observa o gestor.

A empresária Lara Mendes Gondim, de 30 anos, que mora na Parquelândia desde que nasceu, identifica muita coisa boa e de qualidade na região. “Além de os preços serem quase a metade dos de outros bairros, considerados como áreas nobres”, afirma.


ZONA DE VALOR PARQUELÂNDIA:
PERFIL IMOBILIÁRIO

- Região dominada por empreendimentos residenciais verticais e comércio;
- Tem hoje nove produtos em comercialização (lançados a partir de 2012, sem considerar o programa Minha Casa, Minha Vida);
- Os prédios possuem, em média, 21 pavimentos, 5 apartamentos por andar, 3 quartos e 95 m² de área privativa;
- R$ 6.388,00/m² de preço médio;
- R$ 606.000 é o preço médio de cada unidade.

Fonte: Setor de Inteligência da Lopes Immobilis

História da Parquelândia

A Igreja de Santo Afonso, mais conhecida como Igreja Redonda (foto acima), marca a construção do bairro Parquelândia, que surgiu entre as décadas de 1940 e 1950. Até então, o local era conhecido como Coqueirinho, devido à vegetação de coqueiros que margeava os lagos existentes na localidade.
A origem do nome Parquelândia é incerta: há quem diga que vem da época em que o bairro ainda era um grande loteamento; outros garantem que o nome remete ao tempo em que terrenos pertencentes à família Bezerra de Menezes, que ficavam próximos a um parque, começaram a ser vendidos.
 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.