ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Organização com estilo

Funcionais, aparadores, mesas de centro e mesas laterais decoram os mais diversos ambientes e ajudam a organizá-los

09:52 · 24.11.2017

Um móvel bem decorado faz toda a diferença em qualquer ambiente. “Por vezes, a gente tem uma peça superbacana, como uma mesinha de centro, uma mesinha lateral ou um aparador, mas não sabe exatamente como decorar, e acima de tudo, conseguir uma composição equilibrada e esteticamente perfeita”, comenta a arquiteta Manuella Figlioulo.

Para o decorador Carlos Zaranzza, a mesa de centro é receita garantida de sucesso, seja no living, no estar, na sala de TV ou na varanda. “Chama logo a atenção de quem chega ao ambiente. Por isso, deve ter sua composição muito bem pensada, a fim de que a peça seja valorizada e não perca sua função, que é auxiliar no serviço e organizar itens úteis”, enfatiza o profissional.

Manuella Figlioulo ressalta algumas peças-chave que estão em alta na decoração e que ela gosta de utilizar em seus projetos. “Podemos citar livros, bools, potiches, muranos, bandejas em prata, e ainda é possível usar aquela peça para lá de especial! Obras de arte também ficam ótimas no contexto”, defende.

Esses itens podem ser utilizados nas mesas de centro, nas mesas laterais e de apoio e nos aparadores para compor os ambientes, seja em casa ou no ambiente de trabalho.

MESA DE CENTRO
As mesas de centro são elementos úteis e indispensáveis, que complementam a decoração e compõem o ambiente. Nela, expomos objetos decorativos, livros, flores etc. Para escolher o melhor formato, opte por formas redondas ou quadradas, em ambientes pequenos. Elas podem ser preferencialmennte de vidro, espelho ou com formas vazadas, pois são leves e conferem a sensação de amplitude. Em ambientes maiores, duas boas opções são as mesas retangulares ou ovaladas.

Se você pretender utilizar a mesa de centro na decoração, lembre-se de considerar as crianças, os idosos e os bichinhos de estimação. Use pequenos vasos, livros e outros objetos que revelam a personalidade dos moradores. Livros de temas interessantes, tais como arte, música, arquitetura, decoração, viagens ou hobbies, de bonitas capas são sempre bem-vindos.

Tenha cuidado para não obstruir a mesa com objetos em excesso: deixe espaços vazios para posicionar uma pequena bandeja e auxiliar no serviço. Observe a proporção do adorno para a mesa e mantenha seu equilíbrio.

Também é importante escolher decorações com apelo visual, pois a mesa de centro é uma das peças de destaque do ambiente. Porém, no caso das mesas espelhadas, elas dão sensação de duplicidade a tudo. Portanto, cuidado com os exageros.

Arranjos florais ou de folhagens são importantes complementos de decoração. Utilize arranjos mais baixos ou mais magros, para não interromper a visualização das pessoas em volta dela.

APARADOR
A peça possui uma variedade de modelos e tamanhos e com ele agregamos o sobrenome de versatilidade. Pode ser usado em vários ambientes como sala, cozinha, corredor, quartos, varandas, banheiros. Tudo depende da sua criatividade. Na sala de jantar, pode assumir dupla função: no dia a dia, abriga adornos; nas recepções, serve de apoio para bandejas, pratos, bebidas e talheres.

Também pode ser uma peça de formato e material exclusivo. Também funciona para separar ambientes. Outra dica que deixa seu aparador muito elegante é transformá-lo em um minibar. Nas áreas externas, ele pode apoiar plantas e vasinhos e integrar
os ambientes.

MESA DE APOIO E MESA LATERAL
Pequenas e funcionais, as mesinhas de apoio e laterais estão ganhando destaque nos projetos de interiores. Além de ter várias opções de design interessantes, elas se tornam mais um ponto de apoio no ambiente. Não há regras para utilizá-las. Elas caem bem em qualquer ambiente e você pode compor com apenas uma, individualmente, ou combiná-las com outras mesinhas de diferentes formatos e diferentes materiais. É garantia de um espaço superbacana e criativo. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.