ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Cearenses em destaque

19ª edição da Casa Cor Ceará termina no dia 15, em Fortaleza, com atrações de arquitetura, decoração, paisagismo e ofertas especiais para os visitantes

09:56 · 10.11.2017

Faltando cinco dias para o fim da CasaCor Ceará 2017, Neuma Figueiredo, Diretora da mostra, já comemora o sucesso de público e do próprio evento. Ela revela que o número de visitantes aumentou pelo menos 12% em relação ao ano passado, ficando na média de 667 pessoas por dia (até a publicação desta reportagem). Eles vêm tanto para conhecer os 36 ambientes da mostra como para passear pelos 7.700m² do terreno da 19ª edição do evento, que fica no bairro Manuel Dias Branco (Rua Zuca Acioli, 505).

Neuma Figueiredo diz que neste ano as áreas externas são mais amplas do que nas três últimas edições, fazendo com que o evento também proporcione aos visitantes um espaço de entretenimento, para passear com a família. Dentro dos 5.300m² de área aberta, existem duas praças, um espaço gourmet, um restaurante, um bar, uma cafeteria, uma sorveteria, um deck, dois lofts, um lounge, um bangalô, dois terraços e uma loja, além do espaço infantil, dos jardins e do espaço imobiliário.

Isso possibilita que dois eventos aconteçam simultaneamente, um em cada praça ou um no espaço gourmet e o outro em uma das praças, por exemplo. “Acho que esse diferencial é bem importante e está contribuindo para trazer muito público. Estamos renovando o público. Temos bar, café, restaurante, sorveteria. Tem gente que comprou o passaporte e veio várias vezes para passear, porque é um ambiente aconchegante, projetado, seguro, bonito, ventilado e para vir com a família e as crianças”, comenta Neuma Figueiredo.

BELEZA LOCAL

Os 36 ambientes internos e externos da mostra foram concebidos por 52 profissionais dos segmentos de arquitetura, design de interiores e paisagismo. Os ambientes acompanham o tema nacional “Foco no essencial” e o mote local “Descubra o Ceará”. Sendo assim, todos apresentam o Estado de uma maneira única e surpreendente, seja privilegiando o uso de materiais locais ou na valorização de obras de artistas cearenses.

Após assistir a um vídeo institucional feito pelo Governo do Estado, Neuma Figueiredo começou a pesquisar e descobriu que o Ceará é o primeiro exportador de aço do Brasil, o segundo maior exportador de flores do País, o maior exportador de melão e grande exportador de pedras. “Conversei com algumas pessoas e ninguém sabia. Escolhi esse tema para valorizar o que é nosso, reconhecer o que temos de melhor. Hoje, as pessoas perguntam 'por que Descubra o Ceará?' e os próprios arquitetos explicam”, conta a Diretora.
Exemplos de como o tema local foi aplicado são encontrados por toda a CasaCor. Neuma destaca a pedra Quartzito Perla Santana, utilizada por Susana Clark Fiúza na Varanda Perla. “Essa pedra é para exportação, e só existe no Ceará”, comenta.

Ela também ressalta plantas locais, artesanatos, obras e móveis produzidos por cearenses, como a mesa de aço desenhada por Rosalinda Pinheiro para o Home Office XXI, em homenagem à exportação desse material feita pelo Ceará. O terraço As coisas do meu Ceará, do arquiteto e paisagista Ney Filho, é um ambiente 100% cearense, das flores aos móveis. Conta com peças dos artistas Chico Silva, Gardênia Barroso, Felipe Bezerra, Tadeu Dias, Lia Quinderé, dentre outros. Os cestos de cipó vieram de Cascavel, os móveis de madeira vêm do Centro de Cultura Popular Mestre Noza, em Juazeiro do Norte, o piso é em pedra Cariri e as cabaças são feitas por artesãos das vilas de pescadores da Prainha (Aquiraz). 

 

Pegue e leve
A partir de amanhã, as peças à venda já estarão com as etiquetas indicando o preço normal e o preço praticado na CasaCor. Quem gostou de algum dos itens marcados, pode levar o produto com descontos de 30% a 70%. O período de compras compreende os três últimos dias da mostra (13, 14 e 15 de novembro). Neuma Figueiredo garante que a CasaCor não fica descaraterizada, pois os produtos comprados só são retirados ao término da exposição.

Quem não leva um objeto para casa, leva muita inspiração. Muitos visitantes, ao verem os ambientes da CasaCor, têm ideias para colocar em prática na própria casa. “As pessoas percebem que podem fazer essas mudanças, voltar a utilizar uma poltrona que estava encostada apenas trocando o tecido, mudar a arrumação do quarto, pintar uma mesa, mudar uma lâmpada de lugar. Tem ideia para tudo”, arremata.

Hoje, sábado e domingo, os visitantes podem conhecer os ambientes e aproveitar o happy hour da CasaCor, comandado pelo DJ Morr. Ele reveza o comando do som com os DJs convidados Rafael Silveira (hoje, a partir das 19h) e Saulo Torres (sábado, a partir das 19h). No domingo, o DJ Morr anima a Praça #sertaoconnect, a partir das 18h.

Já a Praça Chanceler Airton Queiroz trará apresentação do Coral da Universidade de Fortaleza (Unifor), amanhã, às 18h30, e da Big Band da Universidade no domingo, também às 18h30. A praça foi criada na CasaCor por uma equipe de alunas coordenadas por Maria Christina Bessa, professora de arquitetura da Unifor. 

 

Casa Cor Ceará 2017
. Até 15 de novembro
. Horário: 16h às 21h no domingo e de 17h as 22h nos
outros dias
. Local: Rua Zuca Acioli, 505 – bairro Manuel Dias Branco
. Special sale: 13, 14 e 15 de novembro
. Ingresso: R$ 44 (inteira), R$ 22 (meia), R$ 100 (passaporte para todos os dias do evento)
. Site: www.casacor.com.br/ceara
. Facebook e Instagram: @casacorceara

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.