ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Dia Nacional da Construção Social será este mês

04:30 · 03.08.2018

Fortaleza é uma das cidades participantes do Dia Nacional da Construção Social (DNCS), promovido nacionalmente pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Com o tema “O Futuro dos Nossos Filhos”, a ação acontecerá simultaneamente em 27 localidades no dia 18 de agosto. Neste ano, a ideia é mostrar a importância da educação das crianças, transmitindo a mensagem de que elas podem fazer a diferença na construção do País. O evento, que promove qualidade de vida por meio de ações em saúde, educação, lazer e cidadania, já realizou, de 2007 a 2017, aproximadamente 3.920.630 atendimentos a quase 790 mil trabalhadores do setor da construção e seus familiares.

Índice de Confiança da Construção sobe 1,7%

Dados da Sondagem Indústria da Construção revelam que o Índice de Confiança da Construção (ICST), da Fundação Getúlio Vargas, subiu 1,7 ponto em julho, passando para 81 pontos. Em médias móveis trimestrais, o índice se mantém relativamente estável, com variação de 0,3 ponto. A alta do ICST no mês passado foi influenciada principalmente pelas perspectivas de curto prazo dos empresários do setor. O indicador que mais contribuiu para alta do índice foi o que mede a tendência dos negócios para os próximos seis meses, que cresceu 3,3 pontos, passando a 91,4 pontos.

Adequação de imóveis antigos traz economia

A adequação de prédios antigos a padrões de modernidade e sustentabilidade pode contribuir para a redução de até 30% dos gastos condominiais, explica Nagib Anderaos Neto, Diretor da empresa Sobloco. Isso, por sua vez, se reflete em economia para o condomínio e para os moradores. O uso de sistema hidráulico que reutiliza a água dos chuveiros e das torneiras, sistema elétrico capaz de economizar energia por meio de sensores de movimento e sistema de painéis capazes de captar a energia solar para as áreas comuns do prédio são algumas alternativas.

Lixo plástico em rio da Holanda vira parque

Em vez de deixar o plástico que circulava no Rio Maas, na cidade holandesa Roterdã, chegar ao oceano, a Recycled Island Foundation e 25 parceiros criaram o Recycled Park, 100% feito de resíduos plásticos reciclados. Em colaboração com o município de Roterdã, a fundação desenvolveu um parque flutuante de 140 m² composto por blocos hexagonais. Ele chama atenção para o problema dos lixos nas águas e para a possibilidade de reciclagem do material, além de ser benéfico para o ecossistema, pois oferece um habitat para caracóis, besouros e peixes. Com o protótipo do parque aberto, que tem vista para a histórica bacia portuária no coração de Roterdã, a organização agora está procurando opções de expansão.

Habitação social de bambu é premiada

O escritório de arquitetura comunitário Comunal Taller de Arquitectura, no México, criou um protótipo de habitação social de bambu com 60 m² que pode ser construído pelos moradores em menos de sete dias. O feito aconteceu na cidade mexicana Cuetzalan del Progreso, a partir de uma estrutura pré-fabricada em que paredes, treliças, vigas, persianas e estruturas da janela são todas feitas de bambu. Estratégias bioclimáticas e de captação e reaproveitamento da água foram utilizadas, deixando o projeto com um ótimo desempenho ambiental. O projeto de habitação social foi premiado com a medalha de prata no 1º Concurso de Habitação Rural Nacional, no México, e aprovado para receber subsídios federais. 

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.