Simulado - técnico bancário - Empregos - Diario do Nordeste

CONCURSOS

Simulado - técnico bancário

22.05.2010

LÍNGUA PORTUGUESA

NADA MUDOU

"Em outros declives semelhantes, vimos, com prazer, progressivos indícios de desbravamento, isto é, matas em fogo ou já destruídas, de cujas cinzas começavam a brotar o milho, a mandioca e o feijão".(...)

"Pode-se prever que em breve haverá falta até de madeira necessária para construções se, por meio de uma sensata economia florestal, não se der fim à livre utilização e devastação das matas desta zona".

"As ervas desse campo, para serem removidas e fertilizar o solo com carbono e extirpar a multidão de insetos nocivos, são queimadas anualmente pouco antes de começar a estação chuvosa. Assistimos, com espanto, à surpreendente visão da torrente de fogo ondulando poderosamente sobre a planície sem fim."

"(…) Há a atividade dos homens que esburacam o solo (…) para a extração de metais. (...)" "Infelizmente (…), ávidos da carne do tatu galinha, não ponderam sobre essas sábias disposições.

Perseguem-no com tanta violência, como se a espécie tivesse de ser extinta". "No solo adubado com cinzas das matas queimadas dá boas colheitas (…) Contudo, isso se refere somente à colheita do primeiro ano; no segundo já é menor e, no terceiro, o solo em geral está parcialmente esgotado e em parte tão estragado por um capim compacto, que a plantação é desfeita …".

"Em parte, haviam sido queimadas grandes extensões das pradarias. Assisti hoje a este fenômeno diversas vezes e, por um quarto de hora, atravessamos campos incendiados, crepitando em altas chamas."

Lendo as citações acima, o leitor pode estar se perguntando de onde elas foram extraídas, até pela linguagem pouco usual, e a que lugares se referem. Poderá imaginar que são trechos de publicações técnicas sobre o meio ambiente, talvez algum relato de um membro de uma ONG ambientalista ou de um viajante de Portugal ou outra coisa qualquer do gênero. Pois bem, não é nada disso. Na verdade, as citações foram extraídas do livro "Viagem no Interior do Brasil" (1976, Editora Itatiaia), do naturalista austríaco Johann Emanuel Pohl. O detalhe que torna as citações mais interessantes para aquelas pessoas preocupadas com o meio ambiente é a época em que foi feita a viagem: entre 1818 e 1819. Isto mesmo, há quase 190 anos! Repito: cento e noventa anos atrás. Triste constatar que, de lá pra cá, não só pouca coisa mudou como retrocedemos em outras.

O naturalista viajou pelos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Tocantins e descreveu os caminhos por onde passou. (...) O imediatismo, a destruição pela cobiça, a nefanda prática das queimadas, a falta de planejamento e o hábito de esgotar os recursos para posteriormente mudar o local da destruição são facilmente percebidos ao longo do texto. Na verdade, dada a época em que o relato foi feito, isto não constitui grande surpresa.

O mais impressionante é a analogia com os dias atuais. (...) Quase dois séculos se passaram. O discurso ambientalista ganhou força e as ONG são entidades de peso político extraordinário. Mas tudo indica que, na prática, nada mudou.

(Rogério Grassetto Teixeira da Cunha, biólogo, é doutor em Comportamento Animal pela Universidade de Saint Andrews. JB - Ecológico, ano V, no 71, dez/2007).

1. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
Sobre o texto, é correto afirmar que o autor:


(A) faz previsões quanto à situação do ecossistema.
(B) tira conclusões a partir de suas viagens pelo interior.
(C) preocupa-se com a deterioração do ecossistema brasileiro.
(D) critica a opinião dos observadores estrangeiros sobre o meio ambiente.
(E) atribui aos naturalistas a falta de planejamento para a conservação do meio ambiente.

2. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
Segundo o autor, nas citações iniciais do texto (três primeiros parágrafos), o leitor poderá identificar


(A) relatos críticos de viagens exploratórias.
(B) interesses escusos de organizações ambientalistas.
(C) propostas de ocupação do solo pelas comunidades agrícolas.
(D) preparação do solo para a produção de biocombustível.
(E) viagens exploratórias com vistas ao desenvolvimento sustentável.

3. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
Na construção do texto, o autor:


(A) procura um diálogo com o leitor.
(B) tece considerações a partir de um monólogo.
(C) desconsidera a interação com o leitor.
(D) responsabiliza o leitor pela situação instalada.
(E) apresenta solução ao leitor para os fatos constatados.

4. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
Ao afirmar: "O mais impressionante é a analogia com os dias atuais." (l. 53), o autor enfatiza a:


(A) distância dos acontecimentos no tempo.
(B) situação temporária do ecossistema no Brasil.
(C) semelhança dos acontecimentos em tempos diferentes.
(D) simultaneidade dos fatos históricos citados no texto.
(E) diferença do tratamento ambiental brasileiro em épocas distintas.

5. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
As ideias relativas ao meio ambiente, que caracterizam este artigo, são desenvolvidas em um texto predominantemente:


(A) técnico com descrição de paisagens.
(B) argumentativo com aspectos dissertativos.
(C) descritivo com tom regionalista.
(D) poético com passagens descritivas.
(E) jornalístico de cunho investigativo.

6. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
De acordo com a leitura do texto, o par de vocábulos que estabelece uma correlação de causa e efeito é:


(A) extinção / preservação.
(B) sabedoria / aridez.
(C) ponderação / perseguição.
(D) conservação / violência.
(E) avidez / extinção.

7. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
Dentre os fragmentos abaixo destacados, o único que, no contexto, NÃO corresponde ao sentido indicado entre
parênteses é:


(A) "para serem removidas..." (l. 9) (fim)
(B) "que a plantação é desfeita..." (l. 24) (consecução)
(C) "se (...) não se der fim à livre utilização" (l. 6-8) (condição)
(D) "crepitando em altas chamas." (l. 28) (concessão)
(E) "Contudo, isso se refere somente à colheita..." (l. 20-21) (oposição)

MATEMÁTICA

8. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
Um investimento consiste na realização de 12 depósitos mensais de R$ 100,00, sendo o primeiro deles feito um mês após o início da transação. O montante será resgatado um mês depois do último depósito. Se a taxa de remuneração do investimento é de 2% ao mês, no regime de juros compostos, o valor do resgate, em reais, será:


(A) 1200,00
(B) 1224,00
(C) 1241,21
(D) 1368,03
(E) 2128,81

9. CESGRANRIO - Técnico Bancário - CAIXA/2008
A taxa efetiva anual de 50%, no sistema de juros compostos, equivale a uma taxa nominal de i % ao semestre, capitalizada bimestralmente. O número de divisores inteiros positivos de i é:


(A) 4
(B) 5
(C) 6
(D) 7
(E) 8

10. DAVES - Técnico Bancário - BANPARA/2005
Numa certa cidade 18% das pessoas têm planos de saúde. Entre as mulheres 30% têm planos de saúde. Entre os homens esse índice é de 10%. Qual a porcentagem de mulheres na população?

(A) 10%
(B) 30%
(C) 40%
(D) 60%
(E) 90%

11. DAVES - Técnico Bancário - BANPARA/2005
Numa população de 1.040 roedores, apenas 120 são completamente sãos. Dentre os que possuem algum tipo de doença, morreram 184 num determinado período. Para a população de doentes, a razão entre o número de mortos e de vivos é


(A) 1 : 4
(B) 1 : 5
(C) 4 : 1
(D) 4 : 5
(E) 5 : 4

12. DAVES - Técnico Bancário - BANPARA/2005
O produto de dois números reais positivos aumenta de 101 unidades se substituirmos os fatores iniciais por seus consecutivos. Sabendo-se que a diferença entre esses números é 36, podemos dizer que o maior destes números não é divisível por


(A) 1
(B) 2
(C) 4
(D) 17
(E) 3

13. FCC - Técnico Bancário - CEF/2004
Um desses empregados foi sorteado para receber um prêmio. A probabilidade desse empregado ter seu salário na faixa de R$ 300,00 a R$ 500,00 é:

(A) 1/3
(B) 2/5
(C) 1/2
(D) 3/5
(E) 7/10

Gabarito

1. C
2. A
3. A
4. C
5. B
6. E
7. D
8. D
9. A
10. C
11. A
12. E
13. A

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999