Intercâmbio

Quatro cuidados na hora da programação

00:00 · 20.01.2018

1. Tenha certeza do seu destino - Esta decisão será o ponto de partida para todas as demais providências. Uma proposta é pesquisar qual a melhor modalidade de intercâmbio e qual o País de destino.

2. Utilizar ou não ajuda profissional - Uma viagem para estudar fora do Brasil exige cuidados e precauções que, nem sempre, uma compra individual pode contemplar ou mesmo garantir. Nesses casos, recomenda-se a escolha de uma agência especializada.

3. Alinhe seu orçamento - Estudar fora do país é uma atividade que requer uma considerável programação de gastos - afinal, trata-se de um período em que o estudante terá de bancar seu consumo total, totalmente calculado em outra moeda.

4. Fale com quem já teve a experiência - Um excelente norteador para quem busca programar seu intercâmbio para 2018 está na experiência de quem já foi intercambiário. Se você já possui país e modalidade definidos, melhor ainda! Tente conversar e colher sugestões dessas pessoas: como foi a experiência, a estadia, o clima, a agência, o câmbio monetário, etc. Nesses momentos, quanto maior for o número de informações que você tiver disponíveis, mais fáceis e práticos serão seus preparativos para fazer intercâmbio.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.