boa remuneração

Polícia Federal abre concurso público com 500 vagas

As oportunidades são para os cargos de delegado, perito criminal, agente de polícia, escrivão e papiloscopista

A maior necessidade na PF é para o cargo de agente que, conta com nada menos do que 6.400 postos em aberto ( FOTO: AGÊNCIA BRASIL )
00:00 · 16.06.2018 / atualizado às 03:20

Foi finalmente publicado, nesta sexta-feira, 15 de junho, o edital do aguardado concurso público da Polícia Federal (PF). Oportunidade é de 500 vagas, sendo 150 para o cargo de delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente.

As inscrições terão início no próximo dia 19 de junho e o atendimento vai até o dia 2 de julho. Elas poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da organizadora do certame, o Cebraspe (www.cespe.unb.br).

Os valores das taxas de participação do concurso da PF são de R$ 180 para os cargos de escrivão, papiloscopista e agente e R$ 250 para perito e delegado.

Para concorrer aos cargos de agente, papiloscopista e escrivão basta possuir curso de nível superior em qualquer área de formação. Para delegado, a exigência do concurso da PF é de diploma, devidamente registrado, de bacharel em direito e, no mínimo, três anos de atividade jurídica ou policial comprovados na posse.

Por fim, o posto de perito requer nível superior nas áreas de ciências contábeis, ciências econômicas, engenharia elétrica, engenharia eletrônica, engenharia de telecomunicações, engenharia de redes de comunicação, análise de sistemas, ciências da computação, engenharia da computação, informática, engenharia agronômica, geologia, engenharia química, química industrial, química, engenharia civil, engenharia florestal, medicina ou farmácia. Os aprovados também deverão possuir carteira de habilitação a partir da categoria "B", quando da posse.

Oportunidades

Para os agentes, papiloscopistas e escrivães, na segunda classe, as remunerações, com o benefício, são de R$ 12.940,69 em 2018, indo para R$ 13.502,41 em janeiro de 2019. Para a primeira classe, R$ 15.067,83 em 2018, indo para R$ 15.725,27 em 2019. Na classe especial, R$ 18.306,60 em 2018, mudando para R$ 19.109,79 em 2019.

Para perito e delegado, na segunda categoria, R$ 23.710,07 em 2018, indo para R$ 24.756,42 em 2019. Na primeira, R$ 27.105,60 em 2018, indo para R$ 28.304,74 em 2019. Finalmente, na classe especial, R$ 30.062,70 em 2018, indo para R$ 31.394,91 em 2019.

Carência de servidores

De acordo com dados da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), durante o Fórum Nacional dos Concursos Públicos, realizado em 2017, a corporação conta com uma necessidade de nada menos do que 13.300 servidores. Além disso, segundo ele, a carência de pessoal para o cargo pode chegar a 800 servidores nos próximos anos com 400 aposentadorias previstas.

Remunerações

Agentes, papiloscopistas e escrivães

Segunda classe

R$ 12.940,69 em 2018, indo para R$ 13.502,41 em janeiro de 2019.

Primeira classe

R$ 15.067,83 em 2018, indo para R$ 15.725,27 em 2019

Classe especial

R$ 18.306,60 em 2018, mudando para R$ 19.109,79 em 2019.

Perito e delegado

Segunda categoria

R$ 23.710,07 em 2018, indo para R$ 24.756,42 em 2019.

Primeira categoria

R$ 27.105,60 em 2018, indo para R$ 28.304,74 em 2019.

Classe especial

R$ 30.062,70 em 2018, indo para R$ 31.394,91 em 2019.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.