177 VAGAS

Perícia Forense do Ceará lança concurso em breve

23:39 · 24.07.2010
( )
Criada em 2009, a Pefoce se prepara para seu primeiro concurso, com 177ofertas que exigem nível superior

A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS/CE) confirmou que a Polícia Forense do Estado, vinculada à pasta, já se prepara para realizar o seu primeiro concurso.

De acordo com a assessoria, a comissão que ficará responsável pela supervisão do processo seletivo já está formada e a escolha da empresa organizadora deverá ocorrer em breve.

Cargos

A seleção disponibilizará 177 oportunidades para cargos técnicos que terão como requisito ensino superior completo.

Haverá vagas para as carreiras de auxiliar de perícia (88), perito criminal (54), médico legista (30) e perito legista (5).

Para auxiliar de perícia, que exige graduação em qualquer área, as 88 chances serão distribuídas entre as áreas de medicina legal (37), técnico de raio-x (12) e papiloscopia (39).

O cargo de perito criminal pedirá graduação em ciências contábeis, ciências da computação, análise de sistemas, física, química ou engenharia (civil, elétrica, mecânica, química e eletrônica).

A função de médico exigirá curso completo de medicina e a atividade de perito legista aceitará candidatos graduados em medicina, odontologia ou farmácia bioquímica.

Para perito legista e perito criminal, as remunerações iniciais serão de R$ 3.417,47. Para médico, o salário corresponderá a R$ 6.888 e, para auxiliar, equivalerá a R$ 1.723,82.

Devem cair na prova do concurso da polícia forense questões de conhecimentos gerais e específicos, como português, atualidades, informática, noções de direito processual penal e para certas áreas, física, química e biologia.

Sobre a profissão

Perito Criminal é o policial a serviço da Justiça, especializado em encontrar ou proporcionar a chamada prova técnica ou prova pericial, mediante a análise científica de vestígios produzidos e deixados na prática de delitos.

As atividades periciais são classificadas como de grande complexidade, em razão da responsabilidade e formação especializada revestidas no cargo.

A Perícia Forense do Ceará (Pefoce) foi criada em 2009 através da Lei Estadual N° 14.055/08. Através dela é esperado que o esclarecimento dos crimes contem com investigações técnicas mais apuradas.

Com a implantação, o Ceará passou a contar com um órgão técnico-científico independente, deixando de ser subordinado à Polícia Civil, tendo autonomia técnica, patrimonial e administrativo-financeira.

A Pefoce deixou de ser uma diretoria da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social e passou a ser um órgão vinculado. Assim, a SSPDS tem agora quatro órgãos vinculados: a Polícia Civil, a PM, o Corpo de Bombeiros e a Pefoce.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.