ARTIGO

Como ser um solucionador de problemas

00:00 · 17.06.2017

Seguem algumas dicas de como ser parte da solução e não do problema. Primeiro: entenda o problema. Escute atentamente (e silenciosamente). Veja se você pode ajudar, usando o bom senso. Tenha coragem de usar sua proatividade e se ofereça para fazer parte da solução.

Existem problemas que por sua grandeza vão exigir um pouco mais de esforço, por isso também é importante pedir ajuda.

Nunca aumente o problema. Foque na solução. É comum ficarmos discutindo um problema e irmos além do que é necessário, ou seja, começamos a levantar causas mais profundas. Não perca tempo, foque no principal: resolver. A solução, em geral, está mais perto do que se imagina e uma das melhores formas de encontrá-la é pensando nela, não no problema.  

De certa forma temos que agradecer pelos problemas que surgem, pois eles nos dão uma grande oportunidade de exercitarmos nossa capacidade de criarmos soluções. Para evoluirmos como profissionais e como pessoas temos que superar nossos limites e pensar fora do convencional. Os problemas nos ajudam neste aspecto e gera em nós a energia da proatividade. Então, solucioná-los nos ajuda a crescer. A partir de agora, lembre-se que o importante é que não sejamos nós parte do problema e sim a solução.

Madalena medeiros - Diretora executiva do fastjob, mobile consultoria, palestrante e consultora

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.