coluna

Dicas - William Douglas: Otimize-se!

Dicas de Concursos

empregos@diariodonordeste.com.br

21:00 · 29.08.2015

Os concursos públicos constituem uma ótima alternativa para obtenção de estabilidade e boa remuneração. Em consequência desse fenômeno, os cursos preparatórios e as listas de inscritos nos certames estão, a cada dia, mais abarrotados.

Apesar disso, o que vemos é um número estável de aprovados quando o esperado seria um número crescente. Uma explicação é a baixa qualidade do ensino e a despreocupação das pessoas com as técnicas de aprendizagem. A principal solução que vejo para esse problema reside na capacidade de o concurseiro otimizar o seu estudo.

A otimização do estudo, ou "aprender a aprender", é como "ler o manual" da máquina mais complexa que temos, exatamente, o nosso cérebro, o que consiste na constante revisão do que faz bem para ele, além de focar naquilo que é verdadeiramente um diferencial, como a qualidade do aprendizado, e não a quantidade.

Há quem estude 12 horas por dia e tenha um resultado prático inferior ao de outra pessoa que estuda apenas uma hora por dia. O fato é que é possível aprender a ser mais inteligente, bem como a desenvolver espécies diferentes de inteligência, bastando, para isso, certo esforço.

Dicas de otimização

1. Para aprimorar a memória, utilize imagens mentais, ícones e revisões constantes. Marcar, grifar e repetir são boas técnicas de "etiquetação" mental.

2. Para otimizar o tempo, monte e respeite, o máximo possível, seu quadro horário. Aproveite horários "vagos" para estudar. Trânsito, banheiro e ônibus são santuários do saber.

3. Faça pausas! A cada hora de estudo, pare por dez ou 15 minutos. Aproveite para ir ao banheiro, pegar água e se alongar nesse intervalo.

4. Fuja de TV e telefone durante suas pausas!

5. Faça uma redação por dia e, no dia seguinte, corrija a anterior. Com isso, você treinará sua redação para economizar tempo na hora da prova e poderá aprimorar seu texto.

6. Se possível, deixe a leitura de e-mails e redes sociais apenas para sua hora de descanso.

7. Monte um banco de dados de questões. Dessa forma, você não precisará interromper seu estudo para procurar por questões de uma ou de outra disciplina.

8. Costumo sugerir que a véspera de prova seja um dia de descanso. Isso reduz a ansiedade e tranquiliza o candidato.

9. No dia da prova, antes de iniciá-la, divida seu tempo, separando alguns minutos para preencher o cartão de respostas.

10. Independente do resultado da prova, se você for continuar estudando, refaça as questões recorrendo aos livros da matéria.

William Douglas é juiz federal, professor universitário, palestrante e especialista em provas e concursos

Últimos Artigos

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.