Coluna

Dicas de concursos: Você ainda não passou?

Dicas de Concursos

empregos@diariodonordeste.com.br

00:00 · 25.08.2018

A carta:

Caro prof. William Douglas,

Muito obrigado por compartilhar mais uma via de acesso, além das redes sociais. Estou com muito cansaço e desânimo diante de provas e concursos. No Natal, ouvi muitas perguntas do tipo: "ainda não passou?"; "vai viver só estudando?"; ou "o filho de fulano passou na primeira tentativa". Fiquei me sentindo a pessoa mais burra do mundo.

Não cheguei a comentar com o senhor, mas trabalhei na área da engenharia desde muito jovem, precisei trabalhar muito cedo. Aos 35 anos, decidi cursar direito. Porém, estou sendo reprovado já pela terceira vez no Exame da OAB, na segunda fase. Além disso, nos concursos para cargo técnico dos tribunais, também não consegui nota suficiente para ser classificado.

Sempre tive uma vida de luta, mas razoável, não me considerava um idiota até então. Desde a reprovação na OAB, passei a me questionar sobre muitas coisas, mas não quero entrar na onda de "coitadinho". Eu deixei de trabalhar no ano passado e já não sou nenhum menino!

Um grande abraço, com muito respeito e admiração.

A resposta:

Sr. X.

Caro amigo X,

Você precisa dar um tempo para si mesmo nessa virada de ano e, também, começar a ter o "shabbat" diário e semanal, atividade física e sistemas de arrefecimento. O cansaço e o desânimo são parte do processo, mas você precisa aprender a lidar com eles.

As perguntas "ainda não passou?"; "vai viver só estudando?"; ou "o filho de fulano passou na primeira tentativa" são feitas por pessoas que, bem ou mal-intencionadas, não entendem nada de concurso público.

Parabéns pela mudança de vida, parabéns pelos novos planos. A mudança é possível e se você viu razões para mudar, então, ótimo! Vamos à luta. Até chegar lá vai ser complicado, mas vai valer a pena. Como digo nos meus "mantras", "toda terra prometida tem um deserto antes". Não passar no começo é comum, eu mesmo fui reprovado várias vezes, sei o que é isso.

Você não é nenhum idiota, nem deveria se sentir assim. Tudo o que está vivendo faz parte do script de quem quer mudar de vida, melhorá-la. Outro ponto em que está errado. Além de não ser idiota, também erra ao dizer que não é mais um menino. É sim. Somos. Estamos apenas começando. A Rede Globo foi criada por um homem já idoso e Cora Coralina virou escritora já na terceira idade.

Aos olhos de Deus, somos meninos ainda. Então, sugiro que peça a ajuda d'Ele, que está disponível.

Abraços fraternos, William Douglas.

William Douglas é juiz federal, professor universitário, palestrante e autor de mais de 40 obras

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.