Coluna

Dicas de Concursos: Os principais dilemas de um concurseiro - Parte 1

Dicas de Concursos

empregos@diariodonordeste.com.br

00:00 · 24.02.2018

Somos seres humanos e, como tais, temos medos e receios quando precisamos tomar decisões ou nos arriscar em alguma situação. Dentre elas - e talvez uma das mais assustadoras - estão os processos de mudança que normalmente exigem nossa saída da tão deliciosa zona de conforto. Quando pensamos em concurso público, pensamos normalmente nos benefícios, nas vantagens e almejamos cada uma delas, até porque, normalmente, sonhamos e ansiamos por um futuro melhor. Após esse momento, escolhemos qual cargo desejamos ocupar e a escolha, geralmente, é pautada pela remuneração, status do cargo e a tão sonhada estabilidade financeira e profissional.

Alcançar tudo isso requer um planejamento e é nessa hora que perguntas vêm à tona. São obstáculos que colocamos para a concretização desse sonho e esses obstáculos podem e devem ser transpostos. Mas não tratarei os questionamentos como obstáculos. Devemos ser otimistas e pensar que essas perguntas e situações são norteadores, que a partir delas você conseguirá tirar suas dúvidas e iniciar sua preparação. Vamos a elas:

Como escolher um cargo?

A sua escolha não deve ser feita somente pelo valor da remuneração ou pelo conjunto de benefícios que o cargo tem. Leve em consideração a qualidade de vida e o bem-estar de sua família. Sua família deve ser sua aliada e você vai precisar da compreensão e do apoio dela. Explique que toda essa mudança é para que todos tenham um futuro bem melhor, dê exemplos de pessoas, de preferência próximas, que foram aprovadas em concursos públicos e hoje estão muito bem. Tenha aliados e não inimigos em casa. Procure conhecer as atribuições do cargo e se essas atribuições trarão satisfação profissional. Independentemente de estar na iniciativa privada ou pública, você deve ser feliz e esta escolha de ser feliz não é negociável. Seja honesto consigo mesmo.

Quando devo começar a estudar?

Ao decidir qual concurso público deseja prestar, você deve planejar sua preparação, buscar materiais ou ainda cursos especializados e iniciar seus estudos. Esta nova rotina requer organização, então, você deve montar um cronograma e marcar nele as suas responsabilidades pessoais e profissionais e, a partir disso, eleger os dias e horários para que você inicie os estudos. Lembrando que em muitos casos você precisará abrir mão de alguns momentos para dedicar-se aos estudos. Seja coerente ao estabelecer os dias e períodos dedicados à realização desse sonho, pois, caso mensure mal, pode começar a não cumprir o objetivo e desanimar durante o processo. (continua na próxima edição)

Viviane Rocha, professora de Técnicas e Dicas de Estudos, pedagoga e mestre em psicologia educacional

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.