Coluna

Dicas de Concursos: Nunca é tarde para (re)começar!

Dicas de Concursos

empregos@diariodonordeste.com.br

00:00 · 01.09.2018
 
 
 
 
 

O que me inspirou a escrever este artigo foram as diversas mensagens que recebi de alunos questionando se já não teriam passado da idade de estudar para concursos públicos. Este texto, portanto, é direcionado a você que tem mais de 30, 40 ou 50 anos de idade e acha que pode ser tarde para recomeçar a sua vida profissional.

Sempre é tempo de mudar de atitude, de começar a fazer o bem, de aprender a dizer não, de dar a volta por cima. (Re)começar é preciso, e pior do que errar é não arriscar, é ficar paralisado e deixar de tomar a iniciativa para fazer o que precisa ser feito.

A vida é um constante recomeço. Nunca se dê por derrotado, pois você é imparável e deve seguir sempre adiante. 

Há algo em comum nas histórias bem-sucedidas de recomeço: em todas elas, há um momento em que o protagonista relata ter ficado surdo para as críticas e para tudo que não lhe servisse de incentivo. De fato, caro leitor, as tentativas de fazer você desistir de um concurso por causa da sua idade é um desses “conselhos” que você deve ignorar.

Listarei a seguir alguns exemplos de pessoas que, acreditando que nunca é tarde para recomeçar, se tornaram autoras de feitos incríveis. No mundo empreendedor, posso começar por Atílio Fontana, que, aos 43 anos de idade, fundou o Grupo Sadia. Ray Croc, por sua vez, deu início ao McDonald’s com 52 anos. John Pemberton inventou a Coca-Cola com 55. Roberto Marinho fundou a rede Globo aos 60. Coronel Harland Sanders, fundador da rede mundial de fast-food KFC, tornou-se chef profissional aos 40 e conseguiu franquiar o seu negócio bem mais tarde, quando já estava com 62. Mas foi só aos 75 (!), quando vendeu a empresa, que ele virou o ícone que conhecemos hoje. 

Até mesmo no mundo de tecnologia, conhecido por seus jovens prodígios, encontramos casos marcantes de pessoas que alcançaram o sucesso depois dos 30. É o caso de Jan Koum e Jimmy Wales, que só aos 35 anos de idade fundaram, respectivamente, o WhatsApp e a Wikipedia. Robert Noyce criou a hoje gigante Intel aos 41. Note que eles começaram com essa idade, mas demorou anos para os negócios se consolidarem depois disso. 

Nosso ex-aluno Marcelo Mozzilli, hoje com 55 anos de idade, foi aprovado em 10 concursos depois dos 50. Antes de voltar aos estudos, ele passou mais de 30 anos apenas trabalhando. 

Portanto, se você que me lê ainda está começando a vida, inspire-se nos exemplos que citei para aumentar a sua resiliência, a sua paciência, a sua fé, a sua confiança no que está fazendo. Os maiores projetos são todos de longo prazo, o que faz de você um privilegiado.

 

Gabriel Granjeiro, especialista em concursos públicos e diretor-presidente do Gran Cursos Online

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.