Coluna

Dicas de Concursos: dicas de estudos para a vida

Dicas de Concursos

empregos@diariodonordeste.com.br

00:00 · 24.03.2018

Existem alguns conselhos que, quando seguidos, podem ajudar tanto no estudo quanto na vida. Claro que você deve tomar cuidado com os conselhos que compra, mas é "na multidão de conselheiros que reside a sabedoria". As dicas que dou aqui podem ser aplicadas aos estudos e, com sucesso, a outras áreas da sua vida pessoal.

1. O equilíbrio é essencial.

Ao tomar consciência disso, você estará mais perto de buscar seu ponto de equilíbrio, caminho muito mais produtivo e saudável para alcançar seus objetivos.

2. Esteja presente naquilo que está fazendo.

Se você está estudando uma matéria, não pense em outra, não pense em como seria bom estar curtindo com amigos. Foque naquilo que você está fazendo. Esteja presente!

3. Entenda que qualidade vale mais do que quantidade.

Quando você acha que estudar muito, muitas horas, é mais importante do que estudar com qualidade, você acaba perdendo um tempo precioso que poderia estar sendo melhor empregado em sua preparação.

4. Há quantidades mínimas de sono, trabalho e outras atividades

Pessoas sedentárias precisam dormir mais (se você deixar de ser sedentário, terá mais horas de vida acordado e maior qualidade nelas); Pessoas que esquecem os problemas antes de dormir irão mais rapidamente para o estágio de sono profundo e vão descansar melhor, recuperando-se mais do que aqueles que ficam remoendo problemas sobre o travesseiro.

5. Não há um número padrão de horas de estudo que garanta a aprovação.

Como eu disse no item 3, a qualidade é mais importante que a quantidade, mas existe uma fórmula de tempo ideal para os estudos. O número de horas ideal é o maior número de horas desde que a pessoa mantenha a qualidade do estudo e um mínimo de equilíbrio em sua vida pessoal.

6. Se, após todos os passos para administrar e obter tempo, você ainda precisar de horas de estudo no seu dia ou na sua semana, você acabou de descobrir que vai levar mais anos para passar em um concurso público. E aí vai mais uma dica: faça muitos resumos e revisões periódicas e, eventualmente, reflita sobre a utilidade dos chamados "concursos escada".

7. Estas regras não funcionaram apenas para solteiros e sem filhos. Pessoas casadas, com filhos, com problemas, com doença na família, com idade avançada etc podem chegar ao sucesso. Não aceite limitações como essas, pois são ilusórias. O máximo que a vida pode exigir de você é um pouco mais de esforço. Torço para que essas dicas sejam de grande valia.

William Douglas é juiz federal, professor universitário, palestrante e especialista em provas e concursos

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.