Reportagem Doc

Jovem desejo e luta

00:00 · 01.07.2017 / atualizado às 09:05 por Renato Bezerra - Textos

Dizem que a juventude é o futuro do Brasil. A definição propositiva de futuro, no entanto, não chega para todos os jovens. É na população entre 15 e 29 anos de idade onde encontramos, por exemplo, altos índices de criminalidade, acidentes de trânsito, desemprego e demais problemas inerentes a essa faixa etária, principalmente nos grandes centros urbanos.

Então, quais as perspectivas de futuro para esses jovens? Especialmente aqueles que vivem às margens da sociedade, residentes em áreas com alta vulnerabilidade social, estigmatizados e, muitas vezes, carentes de serviços e pobres de acesso a equipamentos essenciais na melhoria da sua formação pessoal?

É nesse cenário que entram em ação as Políticas Públicas voltadas para a Juventude, onde o poder público, tendo ou não a participação da sociedade civil, tenta gerar oportunidades a esse público. No Ceará, especialmente na Capital, iniciativas atuam com esse papel de inclusão, em distintos campos de atuação e em áreas diversas da cidade, dando voz e vez a esses jovens.

Voz essa, ouvida por diversos meios, seja na área das artes, da cultura, esporte, música, tecnologia, entre outras formas de expressão. Sem esperar pela atuação dos governos, essa força também se manifesta por projetos independentes. O campo, não se engane, ainda é remoto do considerado ideal, especialmente no que compete a direcionamento e alcance, mas enquanto uma centelha que for de iniciativa existir, haverá esperança. É sobre o poder de transformação e empoderamento, assim como os desafios ainda existentes nessa conjuntura, que trata este DOC.

LEIA MAIS
Vidas que importam
Políticas públicas precisam de fortalecimento
Virando o jogo
O mar como referência
Entre acorde e melodias
Caminhos de oportunidades

Reportagens

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.