Reportagem 'Moradores'

Família vive em dois municípios separados por uma rua

A família de Maria Firmino vive em dois municípios diferentes, embora só precisem cruzar a PI-213 para se visitarem
00:00 · 04.08.2018 por Maristela Crispim - Editora

O Município de Cocal dos Alves, no Estado do Piauí, tem uma população estimada, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017, em 6.054 habitantes, distribuída numa área de 324,863Km², tendo como limites os municípios piauienses de Cocal e Piracuruca, além da divisa com o Estado vizinho, pelo Município de Viçosa do Ceará.

Emancipado de Cocal em 1995, Cocal dos Alves é o Município do Piauí que mais perderia área caso a proposta de mudança piauiense entrasse em vigor, totalizando uma redução de 22,82% em seu território.

LEIA AINDA:

> Território em disputa na divisa entre Piauí e Ceará
> Muitas incertezas marcam a área territorial em disputa
> Conflito tende a permanecer no limite dos municípios 
 
Identificação

"A população em si não acompanha essa discussão, mas também não existe tanta identificação com o Piauí. Já com Viçosa do Ceará, a proximidade é grande". A declaração é do secretário de Administração da Prefeitura de Cocal dos Alves, Francicleiton de Pinho. "Aqui, estamos a 54Km de Viçosa e 120 de Parnaíba", exemplifica.

"No acordo para a aquisição de uma faixa litorânea pelo Piauí, nunca foi fechado um limitador, daí restaram muitas dúvidas. Para se ter ideia, em Cocal dos Alves, algumas comunidades são recenseadas como Estado do Ceará", comenta.

Entre municípios

Francicleiton acrescenta que, além dos conflitos interestaduais, há muitas incertezas intermunicipais, e que essa é uma negociação difícil. Na comunidade de Jacarandá, por exemplo, de um lado da PI-213 é Cocal do Alves, do outro lado, é Cocal da Estação, ou simplesmente Cocal, ou seja, outro Município, com sua assistência de Saúde e Educação, entre outros.

A comunidade de Jacarandá é formada por uma única família, com seis casas, três de cada lado da pista, tendo como matriarca Maria Firmino da Costa Tavares, 60. Do lado onde mora é Cocal dos Alves. As outras duas casas são de filhas casadas. Do outro lado da rua, residem mais três casas de filhas, que residem em Cocal da Estação, ou simplesmente Cocal, Município do qual Cocal dos Alves se emancipou. Para votar, frequentar escola, ter acesso ao Bolsa Família e à assistência de Saúde, a família também se divide entre os dois municípios. Maria Firmino conta que mora no local há aproximadamente 20 anos.

cachoeira
A Cachoeira da Pirapora, um dos orgulhos de Viçosa do Ceará, pode passar para o Estado vizinho, o que não agrada os moradores, acostumados com as coisas como estão. O acesso é pela estrada que leva ao Povoado Campestre, no Piauí (Foto: Cid Barbosa)

Indagada sobre a possibilidade de se tornar cearense, nem pisca: "sou piauiense e sempre serei. As mulheres daqui vão ganhar neném na Parnaíba", responde com firmeza. Ela acrescenta que, em Cocal, tem hospital, mas não tem médico suficiente para a demanda, daí os encaminhamentos são feitos para Buriti dos Montes ou para Parnaíba, dependendo da gravidade.

Onde estamos?

Poucos quilômetros depois da comunidade, cruzamos a divisa entre o Piauí e o Ceará. Saímos da PI-213 e agora estamos na CE-240, no distrito de Padre Vieira, Município de Viçosa do Ceará. Mais alguns quilômetros, um posto de fiscalização da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e uma estrada asfaltada tendo ao alto placa do Governo do Piauí, indicando o Povoado Campestre a 11,5 quilômetros. Quem não fica confuso? Cruzamos a pista para conversar com as mulheres que tomam conta do Restaurante Tempero da Casa, que fica às margens da CE-240, em frente ao Posto da Sefaz. A agricultora e comerciante Maria Oneide Lopes Carvalho, 39, nascida e criada no Sítio Pirapora, distrito de Padre Vieira, Viçosa do Ceará, conta que, há uns cinco anos, começou a ouvir falar da possibilidade de mudança.

"Não é interessante pra gente porque tem um bocado de benfeitoria: creche, escola, posto fiscal. Não é justo", afirma. Segundo suas informações, no local, o recenseamento é feito por Cocal dos Alves (PI) do lado da casa-comércio da família; e como Cocal da Estação do outro lado, tal qual no Estado vizinho, embora estejamos oficialmente do lado do Ceará. Ou não?

Depois do almoço no restaurante com tempero de comida caseira, que tem como público principal os caminhoneiros que precisam parar no posto fiscal, fomos conhecer o complexo de cachoeiras da Pirapora, uma atração natural de Viçosa do Ceará que pode passar a pertencer a Cocal. Para isso, pegamos aquela estrada, rumo ao Povoado Campestre. 

foto

Reportagens

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.