Reportagem Webdoc

2018: o ano do futebol cearense no cenário nacional

00:00 · 16.12.2017 / atualizado às 02:15 por Gustavo de Negreiros - Editor

Um longo período de estiagem de emoções, do ponto de vista de campeonatos brasileiros, tomou conta do futebol cearense nos últimos anos. Desde 2011, quando o Vovô atuou pela Série A, mas com Fortaleza na Série C, e a terceira força em termos de torcida, o Ferroviário, sem sequer ter divisão, não se via otimismo em ver nos estádios cearenses as maiores equipes do futebol nacional. Mas desta vez, em 2018, o cenário é ainda mais alvissareiro. De uma vez só, Ceará e Fortaleza subiram de divisão, e o Tubarão da Barra retornou à Série D em clima de festa. Um cenário que só foi visto de forma semelhante há 11 anos, quando o Leão representou o Estado na Elite, o Vovô estava na Série B e o Tricolor da Barra na Série C (veja infográfico especial na página seguinte). Embora não haja times cearenses na terceira divisão no próximo ano, o Guarani de Juazeiro acompanha o Ferrão na saga da Série D. O emergente Floresta, do bairro Vila Manoel Sátiro, também representa a Federação na Copa do Brasil. Para abrir as portas para uma temporada que promete muito, afinal os 40 melhores times do País jogarão na Capital cearense, o Diário do Nordeste mostra os planos dos nossos representantes neste especial.

LEIA AINDA: 

> Orgulho e desafio - Alvinegro de volta à Elite
> O ressurgir do Leão em ano de centenário
> Tubarão que volta das profundezas para se reeguer
> Leão do Mercado quer sequência nacional transformada em acesso
> Floresta representa o 'novo' e alimenta crescimento

Reportagens

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.