Especial Publicitário

Dono do negócio

17:03 · 26.04.2018 / atualizado às 17:05
Moisés Kellyano

Antes mesmo de terminar a graduação, o contabilista Moisés Kellyano já sabia que rumo tomar depois que concluísse a faculdade: o empreendedorismo. Entre uma aula e outra, rabiscava o que seria a logomarca da sua empresa e desenhava a estrutura do site. “Antes de me formar, minha empresa já tinha página no Facebook, domínio registrado, e-mail comercial e do contato”, recorda o profissional, que, há quatro anos, gerencia negócio próprio.

O empresário conta que a veia empreendedora vem de longe. Desde a adolescência, atua na área de vendas, o que lhe deu muita experiência. “Essa herança como vendedor me ensinou muito a parte de apresentação, comunicação, vendas e abordagem comercial. É um grande diferencial”, considera Moisés Kellyano, que também é Coordenador da Comissão de Estudos de Novos Modelos de Gestão das Empresas Contábeis (GET), do Conselho Regional de Contabilidade (CRC-CE).

De acordo com Moisés, a comissão foi criada em fevereiro para suprir uma carência da classe de desenvolver uma cultura empreendedora. Desde 2014, esse movimento vem acontecendo no Brasil. “Há uma consciência da classe contábil de que falta uma cultura de empreendedorismo e gestão das empresas de Contabilidade”, observa. “Falamos muito de aspecto contábil e fiscal dos clientes, mas esquecemos que nossa empresa precisa ter controle financeiro, gestão de pessoas e tecnologia. E muitas vezes nós, contadores, estamos tão envolvidos nos aspectos dos clientes que acabamos por deixar nossas empresas desprovidas dessa análise”, avalia.

Por meio da comissão, o CRC-CE desenvolve iniciativas para fomentar o empreendedorismo entre os profissionais do Estado. Uma das propostas é aplicar uma pesquisa com as empresas de Contabilidade do Ceará para diagnosticar perfil e o estado da gestão. Além disso, a comissão vai apostar na educação continuada, oferecendo cursos de aprofundamento. Outra proposta é desenhar um modelo mínimo de gestão para servir de ferramenta. “Existe um movimento de desenvolvermos um modelo mínimo de gestão. Vamos promover eventos de educação continuada sobre formatação de preços de honorários, gestão de pessoas, índices econômicos e financeiros específicos para área de serviços contábeis”, adianta.

DESAFIOS

Para Moisés Kellyano, o desafio de empreender começa na vida acadêmica. “Não há uma preparação do contador em formação no aspecto de gestão de um negócio contábil. E quando o acadêmico vai para o mercado, se vê sozinho, não tem uma ferramenta. Nosso grande desafio, enquanto comissão, é estender, divulgar, disseminar a importância da gestão das empresas de Contabilidade”, reforça.

Outro desafio dos empreendedores é dominar habilidades que vão além da parte técnica do exercício da profissão contábil, como venda de serviços e marketing. Outra habilidade a ser desenvolvida pelos empreendedores é a forma de se apresentar ao mercado. “Quando dei um up na minha apresentação, os efeitos foram fantásticos. Desenvolvi uma oratória, uma habilidade de vendas e uma boa imagem pessoal. Antes de abrir a boca, já estou me vendendo, o cliente já está me notando, me percebendo”, observa Moisés Kellyano.

Entrega de valor

“A tecnologia aliada às rotinas da Contabilidade promete promover uma verdadeira revolução”, afirma Moisés Kellyano. Para o empreendedor, a empresa contábil vai deixar de ser mais operacional para se tornar mais consultiva, ou seja, contador precisa desenvolver ferramentas que o coloque na função de um consultor de empresas, que assessora o empresário na tomada de decisões estratégicas. Ele sugere que, em vez de apenas executar as obrigações fiscais, o profissional, ao final de um período de trabalho, apresente sua análise e considerações ao cliente, trazendo dados que fundamentem as decisões.

Moisés Kellyano informa que, em breve, o CRC-CE promoverá evento focado em gestão de empresas de Contabilidade para falar sobre empreendedorismo e assuntos relacionados ao gerenciamento de negócios contábeis. Mais informações: (85) 3455-2900.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.