R$ 694 milhões

Verba irá financiar Projeto Malha D'água

A aprovação na Assembleia Legislativa permite negociar o empréstimo no Banco Mundial

01:00 · 28.04.2018

O abastecimento de água do Estado deve ganhar mais um reforço na segurança hídrica. Esse é o objetivo do pedido de autorização feito pelo Governo do Ceará à Assembleia Legislativa para contratar financiamento com o valor de até US$ 200 milhões, cerca de R$ 692 milhões, no Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird). A intenção foi aprovada durante sessão na Assembleia Legislativa na quinta-feira (26). Segundo o governo, em mensagem aos deputados estaduais, o objetivo é buscar para os próximos anos a sustentabilidade do Ceará com intervenções relativas à ampliação da infraestrutura hídrica e de saneamento, assim como o fortalecimento da inteligência na gestão pública.

O secretário de Recursos Hídricos (SRH), Francisco Teixeira, declara que a aprovação permite negociar o empréstimo junto ao Banco Mundial, já autorizado pela Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), órgão colegiado integrante da estrutura organizacional do Ministério do Planejamento. A maior parte, conforme destaca, será investido no Projeto Malha D'água. "Tem também componentes de saneamento, ligados à Cagece, mas a maior parte é para o Malha D'água, que é um compromisso do Camilo Santana de adensar as adutoras no Estado".

Para isso, o Governo do Ceará, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), concebeu o projeto que, segundo o secretário, prevê a construção de mais de 4.300 quilômetros de adutoras, a partir dos açudes mais resistentes à seca. O projeto Malha d'Água vai ter uma extensão de 4.306 km de linhas adutoras principais, 305 estações de bombeamento e deve atender a 6,2 milhões de pessoas em 179 municípios. É estimado que haja uma vazão de água em 16,5 m³/s. A partir das estações, a Cagece deve distribuir a água tratada dentro do padrão de potabilidade para consumo aos municípios cearenses.

Nesse encaminhamento, serão atendidas todas as localidades que são abastecidas por carros-pipas ou pequenas localidades que contam com o Programa São José e Água Para Todos. O titular da SRH ressalta, ainda, que a importância do projeto está especialmente na garantia de água tanto em quantidade como em qualidade para as sedes urbanas de municípios que serão atendidos. "É um projeto que vai dar um salto grande na garantia do abastecimento d'água para a população do Interior, de forma qualitativa e quantitativa", acredita. "Não tenho dúvida que vai melhorar tanto o abastecimento da população urbana, como rural", destacou o titular da SRH.

Ações

Na área de saneamento será possível, por exemplo, promover avanços institucionais visando a solucionar problemas ligados à concessão e à regulação dos serviços de água e esgotamento sanitário. Outra ação será a ampliação e renovação de sistemas de esgotamento sanitário, impactando diretamente na qualidade ambiental e na saúde.

Também serão realizadas ações de assistência técnica voltadas para a elaboração de um Plano Estadual de Saneamento Básico, o desenvolvimento de um Sistema de Informações em Saneamento do Ceará (Sisance) e uma Modelagem para Gestão e financiamento de Aterros Sanitários. Além disso, menciona-se, na área de Inteligência na Gestão Pública, o desenvolvimento do sistema integrado de dados administrativos do Ceará, o estudo relativo aos indicadores antecedentes, coincidentes e de expectativas e o desenvolvimento de Sistema usando a ferramenta de (Business Intelligence (BI) para aperfeiçoamento da atividade de Planejamento hídrico.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.