Celebração

Unifor é homenageada na Assembleia por seus 45 anos

Sessão solene entregou certificados, lembrando do corpo docente e do Chanceler Airton Queiroz (in memoriam)

A presidente da Fundação Edson Queiroz, Lenise Queiroz Rocha, (ao centro) ao lado dos deputados Bruno Gonçalves e Fernanda Pessoa, e dos demais agraciados da noite, professores e funcionários da Universidade de Fortaleza (Unifor) ( Foto: Thiago Gadelha )
01:00 · 22.08.2018 / atualizado às 07:46

Não é todo dia que alguém completa 45 anos. A máxima, dita e revisitada diariamente, pode se encaixar no pensamento das pessoas que imaginam a vida como se uma data fosse suficientemente capaz de dar conta das diversas histórias vividas desde o início. A Universidade de Fortaleza (Unifor), diferente disso, chega mais perto do meio século comemorando, a cada passo, a implantação da sua pedra fundamental (em 23 de março de 1973) e o legado deixado, desde então, para a sociedade cearense.

Na noite de ontem, foi a vez de a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alce) juntar-se às comemorações e agradecer à universidade pelos serviços prestados durante os 45 anos de sua história. No plenário 13 de maio - palco de debates sobre o futuro do estado -, foi a vez de lembrar do chanceler Airton Queiroz (in memoriam) e dos professores e colaboradores cujas ações se confundem com a narrativa vivida pela Unifor.

Representando a Fundação Edson Queiroz (FEQ), mantenedora da Unifor, a presidente Lenise Queiroz Rocha compôs a mesa de autoridades no plenário 13 de maio e agradeceu pelas homenagens prestadas. "Esta é uma noite importante de reconhecimento ao investimento que realizamos com excelência, todos os dias, em ensino, pesquisa e extensão. Mais do que isso, entregamos à sociedade cidadãos formados com o compromisso de manter o respeito e a humanidade em todos os projetos, sejam acadêmicos, sejam pessoais", acrescentou a presidente.

Além de ressaltar o trabalho implementado durante os 45 anos na instituição, Lenise Queiroz Rocha lembrou ainda o legado do seu irmão, o chanceler Airton Queiroz, que faleceu no ano passado e foi homenageado pelo Poder Legislativo. "Meu irmão, Airton Queiroz, por 35 anos, deu continuidade a esse grandioso projeto. Hoje, orgulhosamente, recebo em minhas mãos esta condecoração e relembro os nomes daqueles que trabalharam para erguer as bases da melhor universidade do Norte e Nordeste", afirmou.

Lembrança

Quem recebeu o certificado in memoriam do chanceler Airton Queiroz foi o diretor institucional do Grupo Edson Queiroz, Igor Queiroz Barroso. "O trabalho do chanceler, meu tio e padrinho, foi essencial para a continuação do legado que foi deixado pelo pai dele, Edson Queiroz, para transformar a Unifor em uma instituição querida por todos os cearenses", ressaltou, emocionado.

Para a reitora da Unifor, Fátima Veras, as condecorações da Assembleia demonstram a importância da instituição para o Ceará. "eu acho que é um reconhecimento do poder legislativo das ações desenvolvidas pela universidade ao longo desse período. Afinal, ela já formou mais de 90 mil profissionais e colocou no mercado, isso com certeza alterou e melhorou o perfil socioeconômico da população".

Docentes

Além da própria universidade e do chanceler Airton Queiroz, foram homenageados ainda professores e colaboradores da Unifor. Os docentes Francisco Alberto Lima de Oliveira, José Antônio Carlos Otaviano David Morano, José Batista de Lima, José Renato Ferreira Barreto e Nise Sanford Fraga, bem como a bibliotecária Leonilha Maria Brasileiro Lessa receberam certificado da Assembleia pelos serviços prestados à instituição.

Há 37 anos atuando na Casa, para a colaboradora Leonilha Brasileiro, "é um prazer enorme fazer parte da história da Unifor, tendo a biblioteca como centro de formação e cultura da universidade". Tempo de trabalho que se multiplica pelos milhares de livros que viu indo guiar os pensamentos de estudantes e profissionais em busca de mais conhecimento e aprendizado.

Engenheira formada pela Unifor, a hoje procuradora institucional da universidade, professora Nise Sanford, trabalha no local há 39 anos. Ela já foi coordenadora do curso de Engenharia Civil e diretora do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT). "Sem dúvida, o reconhecimento é uma coisa muito importante. A gente trabalha, se dedica, leva a nossa força e, com certeza, faz a universidade crescer junto com todo mundo", afirma.

A homenagem à Unifor foi proposta pelos parlamentares Fernanda Pessoa e Bruno Gonçalves. Para a deputada, "a Unifor foi algo importante, que orgulha por ser cearense e ter uma família que participa do desenvolvimento do Estado do Ceará. Falar do desenvolvimento do Ceará e não citar a família Queiroz e a Unifor, não está sabendo falar do Ceará", finaliza Fernanda Pessoa.

 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.