Reparos finais até dezembro

Túnel da Via Expressa será liberado em outubro

Segundo a Seinf, o equipamento de 370m, sendo 74m cobertos, está com 87% de execução

01:00 · 06.09.2018
Image-0-Artigo-2449813-1
Em visita às obras do túnel da Avenida Almirante Sabóia, a Via Expressa, na manhã de ontem, o prefeito Roberto Cláudio afirmou que a liberação de trânsito será até o próximo mês ( Foto: José Leomar )

Em visita às obras do túnel da Avenida Almirante Sabóia, a Via Expressa, na manhã de ontem (5), o prefeito Roberto Cláudio afirmou que a liberação de trânsito no equipamento, entre as avenidas Padre Antônio Tomás e Santos Dumont, deve ocorrer no próximo mês, conforme os avanços dos serviços. Os reparos finais, entretanto, serão concluídos em dezembro.

Roberto Cláudio destaca a importância das intervenções realizadas pela Prefeitura, que, atualmente, trabalha na construção de outro túnel, o no cruzamento entre a Via Expressa e a Avenida Alberto Sá, no que tange à mobilidade do trânsito na Capital.

"O que estamos visitando hoje, especificamente, é especial, porque vai permitir que o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) passe por cima da estrutura sem que haja interferência. É um túnel bastante extenso, que vai dar mais agilidade ao tráfego, permitindo que o fluxo de ônibus possa ter prioridade", considera.

Para evitar acidentes envolvendo veículos e pedestres ou ciclistas, Roberto Cláudio diz que está implantando passarelas, faixa de pedestres fiscalizadas, semaforização e ou videomonitoramento nas saídas de túneis. "Há uma preocupação quanto a isso. O mais importante é a travessia segura do pedestre", assegurou.

No primeiro longitudinal da Via Expressa, não haverá implantação do programa redução de velocidade, pois, conforme o prefeito, não haverá espaço destinado à travessia no local. Sobre outros projetos de obras, Roberto Cláudio afirmou que está em andamento o lançamento das licitações para a duplicação do viaduto da Avenida Raul Barbosa e para a municipalização de BRs.

Segundo a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), o equipamento, que tem 370m, sendo que 74 deles cobertos, atualmente, está com 87% de execução. A estrutura tem duas pistas, que são divididas por um canteiro central, calçadas em cada lado da pista, além uma ciclovia. Ainda segundo o chefe do Executivo municipal, a expectativa de entrega do próximo túnel da Via Expressa é junho de 2019.

Questionado sobre a estrutura do túnel para água de chuvas, o secretário-executivo da Seinf, Roberto Resende garantiu que a obra nunca vai alagar, já que a drenagem não será feita por bombas, e sim por gravidade. "Como nós construímos o túnel da Santana Júnior, pegamos a tubulação e trouxemos para perto desse, já prevendo fazer a ligação da drenagem", explicou.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.