dfb 2018

SVM promove ação solidária

01:00 · 10.05.2018
Image-0-Artigo-2398222-1
Além da Arara Solidária, o Sistema Verdes Mares traz o jogo de realidade virtual Design Experience ( FOTO: JL ROSA )

Tem gente que enjoa rápido peças do vestuário. Sem uso, elas ocupam apenas o fundo do guarda-roupa, quando, na realidade, poderiam desfilar no corpo de outra pessoa. Pensando nisso, o Sistema Verdes Mares (SVM) promove, no DFB 2018, a Arara Solidária, ativação beneficente que busca estimular a doação de peças de roupas em bom estado para uma instituição de caridade. As pessoas podem contribuir com a campanha de arrecadação no estande do SVM, que tem 50 m².

> Dragão Fashion defende união de setores da moda 

Além da Arara Solidária, o Sistema traz como destaque o Design Experience, jogo em que o público, através de realidade virtual, pode desenhar em 3D uma peça de figurino, que será impressa em seguida. A professora da área de moda Senac, Fátima Souza, manuseou os controles do equipamento, ainda que de forma titubeante, e criou um vestido em azul, verde e rosa.

"Não sabia nem pra que lado eu ia, mas acho que me saí muito bem, pra quem nunca tinha entrado em realidade virtual. Consegui desenrolar", afirma. Questionada se o equipamento poderia ajudar com a aprendizagem dos alunos, ela respondeu: "desde que bem delineada com objetivos específicos, tudo é possível". O estande do SVM conta ainda com um estúdio fotográfico, onde as melhores produções feitas no local e compartilhadas nas redes sociais, utilizando a hashtag #meulookzoeira, poderão ser publicadas no caderno Zoeira, do Diário do Nordeste. A assistente administrativa Bruna Nunes, 20, aproveitou o espaço para divulgar o look, embora nunca tenha pensado em ser modelo por se considerar tímida.

Na verdade, revela, o interesse é no evento como um todo. "Eu sou estudante de publicidade e quis ver tanto a questão da estrutura quanto do marketing. Achei lindos, os estandes", diz.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.