bairro edson queiroz

Residencial Dona Yolanda Vidal Queiroz é entregue

O projeto habitacional tem como objetivo garantir melhoria da qualidade de vida de 4.289 famílias

Na 1ª etapa, foram entregues 528 unidades habitacionais, sendo 476 apartamentos padrão, 16 apartamentos adaptados para pessoas com deficiência e 36 apartamentos mistos. Ao todo, o residencial terá 1.080 moradias ( FOTO: NATINHO RODRIGUES )
01:00 · 29.06.2018 / atualizado às 09:23

O Governo do Ceará inaugurou, ontem, a primeira etapa do Residencial Dona Yolanda Vidal Queiroz, no bairro Edson Queiroz, com 528 unidades habitacionais. Ao todo, o residencial terá 1.080 moradias, que abrigará as famílias originárias da área de risco do mangue do Rio Cocó e da Comunidade do Dendê. A obra foi executada por meio da Secretaria das Cidades e tem investimento de R$ 41,3 milhões provenientes do programa Pró-Moradia através do Ministério das Cidades, em parceria com a Caixa Econômica Federal e contrapartida do Estado de R$ 2.065.271,62.

O prefeito Roberto Cláudio, o governador Camilo Santana e o diretor Institucional do Grupo Edson Queiroz, Igor Queiroz Barroso, estiveram na solenidade. "Yolanda não foi apenas a matriarca da família e dos negócios do Grupo Edson Queiroz. Ela foi também a mantenedora emocional e intelectual dos projetos de seu filho Airton. Uma apoiadora, incentivadora e parceira singular de seus sonhos, coisa rara de se ver", declarou Igor Queiroz Barroso.

> Solenidade de entrega do Residencial Dona Yolanda Vidal Queiroz:

 

O Residencial Dona Yolanda Vidal Queiroz possui apartamentos mistos, ou seja, unidades preparadas para funcionarem como residência e ponto comercial. Foram entregues, nesta 1ª etapa, 528 unidades habitacionais, sendo 476 apartamentos padrão, 16 apartamentos adaptados para pessoas com deficiência e 36 apartamentos mistos. Os moradores do residencial terão acesso à infraestrutura adequada com sistema viário, iluminação pública e sistema de abastecimento de água e de esgotamento sanitário. As instalações contam com áreas de lazer cercadas por praças, bancos e mesas, arborização, playground, uma pista de skate, equipamentos de ginástica, uma quadra de vôlei de praia e um pátio aberto com piso industrial.

 

Urbanização

"Este é um empreendimento de reassentamento do projeto de urbanização do Dendê, que estamos fazendo em parceria com a Prefeitura, e inclui saneamento, novas vias, padronização de calçadas e diversas outras intervenções que facilitarão a vida das pessoas e permitirão que serviços básicos cheguem à comunidade", afirmou o governador Camilo Santana.

O projeto de urbanização inclui drenagem e pavimentação de 70 vias e calçadas. Também será construída uma avenida ligando o Dendê ao Centro de Eventos e duas praças. Além disso, quase 500 unidades habitacionais serão recuperadas e haverá sistema de esgotamento sanitário e abastecimento de água. O projeto tem como objetivo garantir melhoria da qualidade de vida de 4.289 famílias.

"As obras de infraestrutura serão feitas em parceria com a Prefeitura que também atua no cadastro e na seleção das famílias. Esta é uma obra de forte impacto social visto que muitas dessas pessoas moravam às margens do Rio Cocó, em condições muito vulneráreis. Agora, todas serão beneficiadas e terão a chance de transformar seu futuro", destacou o prefeito Roberto Cláudio.

A dona de casa Fátima Duarte estava emocionada com a chave da casa própria. Ela vai morar com o marido e oito filhos em um dos apartamentos. "Eu não consigo nem falar, porque ainda estou tremendo e sem acreditar nesta maravilha. Todos nós teremos um teto para morar, principalmente meus filhos", disse. Durante a solenidade, o prefeito Roberto Cláudio anunciou a instalação de uma torre de segurança dentro do Residencial Dona Yolanda Vidal Queiroz, câmeras de videomonitoramento e a extensão da linha de ônibus que atende ao bairro. "Essas famílias moravam na beira do Rio Cocó, na área chamada Baixada. Uma área sem urbanização e esgotamento sanitário com condições vulneráveis. Há décadas, eles esperavam isso. Além de um apartamento novo, vamos ofertar um espaço urbanizado. Serão mais de 1 mil famílias beneficiadas", explicou o prefeito.

O morador Francisco Sousa, 55, é um dos que sonhava com uma casa própria. "Moro há anos na Baixada. Vi muita gente saindo da nossa área por conta da violência. Vivo no meio de casas abandonadas. Esse apartamento veio na hora certa".

O governador Camilo Santana e o secretário das Cidades, Paulo Henrique Lustosa, inauguram, hoje, a primeira etapa do residencial Cidade Jardim II, com 1.984 unidades, localizado no Bairro José Walter, em Fortaleza. O residencial faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida, e os apartamentos a serem entregues recebem o investimento total de R$ 142,2 milhões, sendo R$ 124,3 milhões do Governo Federal, com contrapartida do Governo do Ceará e da Prefeitura de Fortaleza no valor R$ 8,9 milhões cada.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.