Plano de ações

Prefeitura amplia proteção animal

01:00 · 13.01.2018

A causa animal, que vem ganhando força nos últimos anos da gestão municipal, passou a ter, a partir dessa sexta (12), um plano de ações. Quatro iniciativas principais compõem o pacote de medidas de proteção animal, lançado pelo prefeito Roberto Cláudio por meio da Coordenadoria de Bem-Estar e Proteção Animal (Coepa). A ampliação da área física do Abrigo São Lázaro, a construção de uma clínica veterinária e a Virada Animal foram alguns dos anúncios, para os quais serão destinados R$ 3,4 milhões. O prefeito ainda assinou decreto que autoriza a realização de seleção de veterinários para compor a equipe que trabalhará permanentemente no Vetmóvel, equipamento móvel de atendimento a animais.

Quatro profissionais serão selecionados, com prazo de contratação estipulado até maio, quando já devem estar em serviço. A remuneração dos dois profissionais cirurgiões, do anestesista e do clínico geral será de R$ 5.622. O Vetmóvel, onde a equipe atuará, estava apenas em fase experimental, passando a funcionar efetivamente com a integração da equipe. "Compramos, equipamos, fizemos funcionar experimentalmente, mas descobrimos que não basta ter o equipamento e ter um veterinário ou outro quebrando o galho de vez em quando, precisamos de uma equipe permanente, de dedicação exclusiva, de segunda a sexta-feira, o ano inteiro", disse o prefeito.

Dentro do pacote, mais duas ações estão relacionadas ao São Lázaro, o maior abrigo de animais de Fortaleza. A área da entidade será ampliada em três vezes, após cessão de terreno pela Prefeitura. Atualmente, segundo a presidente da instituição, Bárbara Dantas, o São Lázaro acolhe cerca de 800 bichos. Para ela, a ampliação das instalações contribui para a melhoria do atendimento das demandas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.