noite feliz

Praças encerram celebrações de Natal

Durante a homilia, o padre ressaltou a ocupação do espaço, que proporciona ações de cultura e lazer

00:00 · 24.12.2016
Image-0-Artigo-2179776-1
Image-1-Artigo-2179776-1
A Praça da Imprensa Chanceler Edson Queiroz sediou uma missa para famílias, assim como a entrega de presentes para crianças ( Fotos: Kleber A. Gonçalves )

Um mês de luzes coloridas, adornos reluzentes, música e convívio social culminaram, nessa seta-feira, na celebração de encerramento do Natal Alegria na Praça, evento promovido pelo Sistema Verdes Mares na Praça da Imprensa Chanceler Edson Queiroz, no bairro Dionísio Torres.

O momento contou com a presença de centenas de pessoas, que participaram da Missa da Vigília, celebrada pelo padre Raimundo Neto, da Paróquia São Vicente de Paulo. Complementando a noite, houve ainda a entrega dos presentes às oito crianças escolhidas, dentre as que enviaram suas cartas com pedidos ao Papai Noel.

LEIA MAIS

.Famílias se reúnem no Centro em clima de festa

Antes do início da celebração eucarística, o diretor do Grupo Edson Queiroz, Igor Queiroz Barroso, compartilhou mensagem exortando esperança e pensamentos positivos para o ano que se aproxima. "Em nosso íntimo, existe uma força propulsora que alimenta a nossa fé e nos torna fortes e convictos de que o pior passou. Os dias de tribulações, que eles já tenham ido e não voltem mais. Mas se mesmo assim, acontecer, diante da fortaleza que somos, seguiremos adiante, nos tornando homens e mulheres dispostos a manter em nosso coração a certeza de que Deus nos reserva para o ano vindouro a felicidade que nos é merecida", declarou.

A memória de dona Yolanda Queiroz, presidente do Grupo Edson Queiroz, que partiu em 17 de junho deste ano, também foi lembrada, por meio de um minuto de silêncio, seguido por uma salva de palmas.

O celebrante da Vigília de Natal, padre Raimundo Neto, ressaltou, durante a homilia, a importância do evento que se instalou na Praça, promovendo uma maior ocupação do espaço pelas pessoas, proporcionando momentos de cultura e lazer.

"Feliz essa iniciativa de, nas sextas-feiras de dezembro, ter a possibilidade de promover encontros culturais, natalinos, de festas para as famílias da cidade. A finalidade foi despertar a autoestima. Primeiramente, por meio dessa linda iluminação, mas também com a apresentação de corais, orquestras, espaços para atividades infantis, teatro, ocupação e requalificação do espaço público. As praças são do povo, da comunidade. Devemos lutar para perder essa cultura do medo de frequentar nossas praças e criar entre nós a cultura do encontro e da proximidade", aconselhou o sacerdote.

A noite tornou-se ainda mais especial para as oito crianças que participaram da promoção do Sistema Verdes Mares e foram escolhidas, dentre as mais de mil que escreveram ao Papai Noel fazendo seus pedidos.

Os desejos foram marcados pela simplicidade e até mesmo solidariedade dos pequenos atendidos. Os gêmeos David e Davi, de 7 anos, por exemplo, pediram uma cadeira de rodas para a tia Isy, que tem 10 anos e foi diagnosticada com paralisia cerebral. Além do que pediram, ganharam também carrinhos de controle remoto.

Presentes

Já Lara Dantas, de 8 anos, resolveu fazer um pedido para os seus avós. Ela queria ganhar do Papai Noel um par de alianças, para os parentes, que foram roubados. Além dos anéis, a menina também ganhou uma boneca.

Também participaram do momento na noite dessa sexta-feira (23), Vitória Agatha, 8, presenteada com uma mochila e material escolar; Isabelly, 6, que recebeu uma boneca e meias de compressão; Rebeca Ingrid, 13, que conquistou um dia de lazer com despesas pagas para a família; Thayanne Gabrielly, que pediu mais clientes para a mãe, costureira, e ganhou um anúncio nos classificados do Diário do Nordeste, além de uma boneca; Yvina de Oliveira, 9, que ganhou uma cama; e Elias Jhonata, que desejou uma bicicleta para ir à escola todos os dias.

ENQUETE

Como você aproveitou a programação ?

"Foi um clima bastante aconchegante, principalmente para a família. Espero que se repita no próximo ano. Meus filhos brincaram bastante, nesse espaço realmente alegre".

Ana Raquel Cardoso

Professora

"Esse último momento foi muito bonito, gostei bastante. A praça estava linda, muito decorada, organizada. É um momento muito especial, que eu acho que tem que ser cultivado"

Jane Mara

Estudante

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.