Fiscalização

Supermercado na Parangaba é multado pelo Ibama por irregularidade na venda de pescados

A unidade foi autuada por comercializar mercadoria sem dispor de documentos que tenham comprovante de origem

20:01 · 07.08.2018 / atualizado às 20:10
Ibama
A equipe do órgão dirigiu-se ao local após receber uma denúncia anônima (Foto: Divulgação/Ibama)
A unidade da rede Carrefour situada no bairro Parangaba foi autuada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), na manhã desta terça-feira (7), por comercializar pescados sem documentos de comprovação de origem.
 
A equipe do órgão se dirigiu ao local após receber uma denúncia anônima. Segundo a assessoria de comunicação do Ibama, o auto foi lavrado de imediato e determinou que a rede de supermercados deverá pagar uma multa de R$ 24 mil, dentro do prazo de vinte dias. 
 
Em nota, o Carrefour afirma que a comercialização de pescados em suas lojas segue rígidos padrões de qualidade e origem, respeitando a legislação vigente. A empresa ressalta que reforçou junto ao seu fornecedor que o RGP, registro geral de pesca, é uma exigência para fornecimento à rede, que não aceitará entregas com inconformidade neste dado. 
 
Estabelecimentos são interditados
 
A equipe de fiscalização do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) interditou cinco estabelecimentos comerciais em Fortaleza que foram autuados anteriormente por falta do Certificado de Conformidade do Corpo de Bombeiros (CCCB). O documento atesta a segurança e a proteção contra incêndios e outros desastres nas edificações comerciais.
 
A operação interditou, nesta terça-feira (7), as lojas Puro Açaí, Paramédicos e Farmácia Aldesul, localizadas na Avenida 13 de maio.  Na segunda-feira (6), foram interditados o supermercado Extra, do Montese, e a Famobil, no Centro da Capital. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.