longas filas

Sinal apagado causa engarrafamento no Itaperi na manhã desta terça (24)

Segundo a AMC, a falha foi causada por uma queda de energia na região

A falta de sinalização causou confusão no tráfego da região e gerou longas filas de congestionamento ( Foto: VC Repórter )
10:04 · 24.04.2018 / atualizado às 14:04

Um semáforo apagado causou transtornos para motoristas que passaram pelo cruzamento da Av. Silas Munguba com Av. Bernardo Manuel, no bairo Itaperi, na manhã desta terça-feira (24). A falta de sinalização causou confusão no tráfego da região e gerou longas filas de veículos.

De acordo com a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), a falha foi causada por uma queda de energia na região. Agentes de trânsito foram encaminhados ao local para auxiliar na liberação do trânsito. Por volta das 9h40 a energia já havia sido reestabelecida e o semáforo voltou a funcionar normalmente, informou a autarquia. O fluxo de veiculos também já havia sido normalizado no local.

Sinal apagado causa engarrafamento no Itaperi na manhã desta terça (24)

Foto: VC Repórter

No Meireles

O semáforo da Av. Virgílio Távora, cruzamento com a Av. Antônio Justa, no bairro Meireles, também ficou apagado durante parte da manhã nesta terça-feira. De acordo com a AMC, o problema foi causado por uma falha no fornecimento de energia. Ainda segundo o órgão de fiscalização de trânsito, até a publicação desta matéria, o sinal havia retornado ao seu funcionamento regular.

Em nota, a Enel informou que houve um abalroamento de um poste de telefonia na região. "A companhia enviou equipe ao local e verificou falta de energia devido ao impacto na fiação. O fornecimento foi restabelecido às 09 horas. A troca do poste ocorrerá ainda nesta terça (24)", explicou.

Com relação à ocorrência no cruzamento das avenidas Silas Munguba e Bernardo Manuel, a distribuidora informou que não foi notificada a respeito, mas enviaria uma equipe para averiguar o caso.

 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.