resíduos sólidos

Quase 120 toneladas de lixo são retiradas da rede de esgoto de Fortaleza

A Cagece tem realizado a limpeza do sistema de esgoto da Beira-Mar; até agora 1 km da tubulação recebeu a manutenção

12:29 · 03.05.2018 / atualizado às 14:35
Quase 120 toneladas de lixo são retirados da rede de esgoto de Fortaleza
O lixo contido na rede de esgoto pode causar problemas como entupimentos e extravasamentos na rede ( Foto: Natinho Rodrigues )

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) tem realizado a limpeza da rede de esgoto da Beira-Mar de Fortaleza. Em duas semanas de trabalho, quase 120 toneladas de resíduos foram retiradas das tubulações. A ação é uma manutenção preventiva do chamado interceptor leste, que abrange os bairros Papicu, Aldeota, Praia do Futuro e Mucuripe.

O trabalho de limpeza já percorreu quase 1 km da tubulação de grande diâmetro da rede coletora de esgoto da Beira Mar, segundo a Cagece. A companhia prevê que até o final de 2018 sejam retiradas aproximadamente 6 mil toneladas de resíduos sólidos da rede de esgotamento da região. 

De acordo com Petrônio Heleno, gerente do macrossistema de esgoto da Cagece, as limpezas preventivas na rede coletora é um serviço que a companhia executa continuamente. “É uma forma de garantir o bom funcionamento do sistema de esgotamento sanitário e, principalmente, evitar ocorrências de extravasamentos”, afirma.

Heleno ainda acrescenta que o bom funcionamento da rede de esgotamento também depende da população. Ele orienta que as pessoas evitem despejar lixo ou água da chuva na rede coletora, pois, além de irregulares, essas práticas prejudicam o fluxo do esgoto e podem causar problemas como entupimentos e extravasamentos na rede.

Para a realização da manutenção da rede de esgoto da Beira-Mar foram investidos R$ 4,2 milhões, com recursos da própria Cagece.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.