Após assembleia

Professores da Uece decidem continuar a greve

Cerca de 170 professores das unidades do Interior e da Capital participaram da reunião que confirmou a paralisação

20:38 · 22.09.2014
uece
O novo concurso irá preencher 33 vagas de nível superior e 102 de nível médio ( Foto: Alex Costa )

Os professores da Universidade Estadual do Ceará (Uece) decidiram, em assembleia realizada na noite desta segunda-feira (22), continuar a greve deflagrada no último dia 17. De acordo com a presidente do Sindicato dos Docentes da Uece (SindUece), Elda Maciel, cerca de 170 professores das unidades do Interior e da Capital participaram da reunião que confirmou a paralisação.

A presidente do Sindicato afirmou que além da votação, os docentes decidiram as próximas ações da greve. Na terça (23) e quarta-feira (24), os professores realizarão atividades internas na universidade, como confecção de cartazes e debates. Na próxima quinta-feira (25), os docentes pretendem realizar um ato, porém o local e a hora da manifestação ainda não foram definidos. 

A principal reivindicação dos docentes é a realização de concurso público para professor efetivo das universidades do Estado, solicitação que já havia sido feita na última greve, que ocorreu entre outubro de 2013 e janeiro de 2014. 

Deflagração da greve

Os professores da Uece e da Universidade Regional do Cariri (Urca) decidiram entrar em greve na última quarta-feira (17). A paralisação engloba os campi da Uece e Urca do Interior e Capital e foi tomada após assembleia com a presença de 106 professores no Auditório Central do Campus do Itaperi. Na ocasião, 71 votaram a favor, 28 contra e 7 se abstiveram de votar.

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.