INCÊNDIO

Prioridade é garantir distribuição de cargas, diz Correios

Força-tarefa, formada pela direção e grupo de funcionários, analisa perdas e busca definir novo local para não parar operações.Perícia ainda não entrou no prédio

Cerca de 90% do Centro de Triagem foi destruído pelo fogo ( Foto: VC Repórter )
13:21 · 14.02.2018 / atualizado às 15:46
Centro de Triagem ( Foto: VC Repórter )

O incêndio que destruiu praticamente 100% da carga no Centro de Triagem de Cartas e Encomendas (CTCE Fortaleza) dos Correios, na Av. Oliveira Paiva,ainda está cercado de muitas dúvidas. Devido aos focos de fogo combatidos durante toda a manhã desta quarta-feira (14), o Corpo de Bombeiros ainda não liberou a área para que a perícia inicie seu trabalho.

Em nota, a empresa afirma que a prioridade absoluta é a continuidade da triagem das cargas destinadas ao Ceará e para isso, uma força-tarefa, formada pela direção e grupo de funcionários, analisa novo local para efetuar as operações.

LEIA MAIS

> Incêndio nos Correios: veja como ficou o Centro de Triagem
> Incêndio atinge 90% do Centro de Triagem dos Correios

Em relação aos empregados lotados no CTCE Fortaleza, o Correios informa que eles estão sendo remanejados para unidades de distribuição da empresa.

O CTCE faz a triagem das cartas e encomendas que são entregues pelas unidades de distribuição da empresa no Estado; também encaminha os objetos postados no Ceará com destino a outras regiões. O galpão ocupa uma área de cerca de 10 mil metros quadrados.

A empresa esclarece ainda que irá realizar o levantamento da carga postal atingida e, para avaliar eventuais indenizações, faz-se necessário aguardar os resultados das perícias técnicas que serão realizadas pelas autoridades. 

"Se o sistema de rastreamento dos Correios (SRO) indicar que a encomenda está encaminhada para o Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas de Fortaleza e o prazo de entrega estiver vencido, orientamos que o remetente registre uma manifestação em nossos canais de atendimento, preferencialmente pela internet, informa. Clique aqui para acessar o site.

Para os destinatários de encomendas nessa situação, a orientação é entrar em contato com a loja/vendedor onde a compra foi realizada.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.