serviço

Prefeitura lança segundo Núcleo de Desenvolvimento Infantil

O projeto compõe as estratégias de fortalecimento das políticas públicas direcionadas para a Primeira Infância

09:43 · 11.05.2018 / atualizado às 09:44
desenvolvimento
O Núcleo busca promover a detecção precoce de possíveis déficits cognitivos em crianças e possibilitar um acompanhamento de forma integral ( Foto: Divulgação/Prefeitura de Fortaleza )

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e o Gabinete da Primeira-Dama inauguram, nesta sexta-feira (11), o segundo Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI), projeto estratégico de fortalecimento das políticas públicas direcionadas para a Primeira Infância na Capital, no bairro Canindezinho.

O núcleo disponibilizará um novo espaço de avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor das crianças com o objetivo de potencializar as atividades cognitivas, funcionais e posturais, assim como habilidades e competências, além de proporcionar a integração das crianças em grupos familiar, social e escolar.

O Núcleo busca promover a detecção precoce de possíveis déficits cognitivos em crianças e possibilitar que elas e seus familiares recebam acompanhamento e assistência de forma integral por meio da Estratégia de Saúde da Família (ESF) e das equipes multidisciplinares formadas por profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). O tratamento já é iniciado na Atenção Primária. 

De acordo com a coordenadora de Políticas e Organização das Redes de Atenção à Saúde da SMS, Anamaria Cavalcante, o serviço realizado no NDI desempenha um papel importante na vida das crianças que serão atendidas. “Não basta sobreviver, é fundamental crescer e desenvolver em toda plenitude”, afirma. 

O Núcleo de Desenvolvimento Infantil Dr. Píndaro Custódio Cardoso funcionará de segunda a sexta-feira, de 7h às 17h, no posto de saúde Regina Maria da Silva Severino, Canindezinho, Regional V.

Homenageado

O novo núcleo homenageará o Dr. Píndaro Custódio Cardoso, fisioterapeuta falecido há dois anos, que virou referência no assunto. Em 1966, ele inaugurou o Centro de Reabilitação e Fisioterapia do Ceará, clínica que tratava e reabilitava crianças e adultos de poliomielite. 

Dois anos depois foi fundada a Ortopedia Fortaleza (Ortofor), primeira do Norte e Nordeste do Brasil no setor. Píndaro teve participação efetiva na fundação e instalação do Conselho Regional de Fisioterapia. Em 1974, foi convidado pelo Chanceler Edson Queiroz a formatar, instalar e coordenar o curso de Fisioterapia na Universidade de Fortaleza (Unifor).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.