População denuncia descaso com Riacho Pajeú, coberto de lixo - Cidade - Diário do Nordeste

População denuncia descaso com Riacho Pajeú, coberto de lixo

Diário do Nordeste Online | 15h13 | 19.01.2012

Um morador do Centro de Fortaleza enviou na manhã desta quinta-feira para o canal vc-reporter imagens do Riacho Pajeú. Símbolo da história do Ceará, o riacho está bastante poluído.

De acordo com a assessoria de imprensa da Regional do Centro, foi informado que a limpeza será feita em breve, porém existem outros locais que precisam ser limpos com maior prioridade. " A previsão é de que até março o riacho esteja em boas condições", informa.

Quadra chuvosa

Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a quadra chuvosa tem início em fevereiro e pode se prolongar até maio (meses correspondentes à estação chuvosa no semiárido Nordestino, incluindo o Ceará).

História

O Forte Schoonenborch, construção de holandeses durante a ocupação do Ceará, foi erguido na margem direita do riacho que deu origem à cidade de Fortaleza. O Pajeú nasce próximo à Rua Silva Paulet e percorre quase 5 mil metros até chegar ao mar. Sua foz fica no "Poço da Draga" onde existe o estaleiro Inace. Há algumas áreas abertas, mas a maior parte está canalizada em galerias subterrâneas. Ele está exposto em áreas urbanizadas atrás do Mercado Central, no bosque da Prefeitura e no Parque Pajeú.

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999