alternativa

Pesquisa da UFC pode diminuir perda de água no Ceará

Pequenos sensores podem ser usados na rede hídrica do Estado para medir volume e qualidade da água

12:39 · 13.06.2018
ufc
Os pequenos sensores facilitariam a descoberta da localização dos vazamentos ( Foto: Alex Costa )

A perda de água é um problema recorrente no Ceará e chega a mais de 40%. O desperdício é provocado, na maioria das vezes, por ligações clandestinas ou vazamentos no sistema de distribuição. Pesquisadores do Grupo de Pesquisa em Telecomunicações sem Fio (GTEL), da Universidade Federal do Ceará (UFC), desenvolveram uma alternativa que pode otimizar a solução do problema: mini sensores. 

Os sensores atuariam quando instalados nas tubulações de abastecimento, transmitindo informações sobre o volume e qualidade da água e indica o que pode ter ocorrido no trajeto do recurso hídrico. Se depositados em diferentes pontos do sistema de abastecimento, também permitiriam descobrir em que momento do percurso houve vazamento. O sistema facilitaria, por exemplo, o trabalho de manutenção feito pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (CAGECE). 

O Instituto Real de Tecnologia (KTH), de Estocolmo, na Suécia, desenvolve o projeto em parceria com o GTEL, no Departamento de Engenharia de Teleinformática da UFC. O KTH é responsável pela produção do hardware dos sensores e o grupo cearense está encarregado de desenvolver as ferramentas de software que otimizam a transmissão das informações dos sensores e o tratamento dos dados. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.